Topo

Salão de Genebra


Novo Peugeot 208 é um "mini 3008" tecnológico que chega ao Brasil em 2020

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/02/2019 11h53

Resumo da notícia

  • Novo 208 chegará ao mercado brasileiro em 2020
  • Compacto traz motorização elétrica de 136 cv e autonomia de 450 km
  • Carro tem controle de cruzeiro adaptativo e frenagem autônoma

Após o suposto vazamento de imagens oficiais, a Peugeot decidiu mostrar o novo 208 por completo. A nova geração do hatch será a grande estrela da marca francesa no Salão de Genebra, que será realizado na Suíça no começo de março.

O 208 será vendido no mercado brasileiro em 2020. Um ano antes, a Peugeot deve iniciar sua produção na Argentina.

A pré-venda na Europa começará no fim de março e as primeiras unidades serão entregues a partir do segundo semestre.

O 208 é nitidamente inspirado no estilo dos últimos lançamentos da marca, especialmente o 3008 e o sedã 508 -- este último não disponível no mercado brasileiro.

A frente já traz a nova identidade visual da Peugeot, marcada pelos faróis com prolongamentos que se estendem até a parte inferior do para-choque -- essa identidade é apelidada de "dentes-de-sabre" pela marca. Olhando de lado, o compacto até lembra seu antecessor (atualmente vendido no Brasil), enquanto atrás a fonte de inspiração parece ter sido o 3008.

Na traseira, além das três luzes verticalizadas lado a lado, o 208 tem faixa preta horizontal unindo as lanternas e tomando toda a tampa do porta-malas.

Por dentro também há muita coisa dos "irmãos maiores" do 208. Em compensação lá está também o i-Cockpit, conceito de dirigibilidade inaugurado pelo próprio compacto com volante de diâmetro menor e quadro de instrumentos em posição elevada.

Mais leve, mais silencioso e até elétrico

O 208 é feito sobre a plataforma CMP (de Common Modular Platform, ou Plataforma Modular Comum, em bom Português), que estreou no DS 3 Crossback. Ela servirá de base para diversos modelos de portes compacto e médio do grupo PSA.

A empresa, aliás, afirma que o novo 208 pesa 30 kg a menos que o modelo anterior. Além de mais leve, a Peugeot afirma que a nova base oferece menos vibrações, melhor isolamento acústico e funcionamento mais suave.

O grande destaque do novo 208 é a motorização elétrica de 100 kW, ou aproximadamente 136 cv. O torque é de 26,5 kgfm disponíveis instantaneamente. São oferecidos três modos de condução (Eco, Normal e Sport) e dois modos de frenagem com função de regeneração de energia. A autonomia informada pela fabricante é de 450 km.

Além da versão movida a eletricidade, a nova geração do hatch tem variações de um 1.2 a gasolina com 75 cv, 100 cv e 130 cv, além de um 1.5 movido a diesel de 100 cv. Há opções de câmbio manual de seis marchas e automática de oito velocidades.

O 208 também pode vir com diversas assistências de condução, incluindo controle de cruzeiro adaptativo, assistência de permanência em faixa, sistema de estacionamento autônomo, sensor de fadiga, frenagem autônoma de emergência, alerta de tráfego cruzado, limitador de velocidade e alerta de pontos cegos.

Mais Salão de Genebra