PUBLICIDADE

Topo

Tudo sobre Câncer

Sintomas e tratamentos da doença


Esposa de Baricelli faz cirurgia para tirar câncer; quando isso é indicado?

Andreia e Luigi Baricelli anunciaram em um post no Instagram que estavam prontos para a cirurgia  - Reprodução do Instagram
Andreia e Luigi Baricelli anunciaram em um post no Instagram que estavam prontos para a cirurgia Imagem: Reprodução do Instagram

Do VivaBem

08/11/2020 11h21

Andreia Baricelli, esposa de Luigi Baricelli, passou por uma cirurgia para retirar um câncer de mama neste sábado (7). O anúncio da operação foi feito pelo casal no Instagram do ator, em um vídeo gravado antes do procedimento, em que os dois aparecem brincando.

"Estamos prontos para operação. Fundamental ter bom astral nas adversidades", escreveu o artista na legenda do post.

Segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de mama acomete 66 mil mulheres por ano no Brasil e é o segundo tipo da doença mais comum entre o sexo feminino (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). O tumor mata cerca de 17 mil mulheres por ano no país, mas seu tratamento tem grande chance de sucesso (90%) quando o problema é descoberto em estágio inicial.

Estamos prontos para operação. Fundamental ter bom astral nas adversidades.

Uma publicação compartilhada por Luigi Baricelli (@luigibaricelli) em

Quando cirurgia é indicada?

A operação é o principal tratamento para muitos cânceres sólidos em estágio inicial. No caso do de mama, em linhas gerais, o tratamento de um tumor pode ser apenas local (com cirurgia e radioterapia) ou também sistêmico (com quimioterapia, terapia alvo e/ou terapia hormonal).

Em tumores em estágio inicial, a operação é conservadora, com a retirada apenas da área em que o nódulo está localizado. Já em fases mais avançadas da doença pode ser indicada a mastectomia, que é remoção de toda a mama (em alguns casos, de ambas e/ou de tecidos próximos). A reconstrução mamária pode ser feita na mesma operação ou em um procedimento separado.

Após a cirurgia, a radioterapia pode ser indicada para eliminar possíveis células neoplásicas dispersas e reduzir o risco de retorno da doença.

*Com informações de reportagem publicada em setembro de 2018