Topo

Autoestima


Thais Carla: "Ser gorda, maravilhosa e ter saúde ainda choca as pessoas"

Dio Bastage
Imagem: Dio Bastage

Gustavo Frank

Da Universa, em Tulum*

22/07/2019 04h00

"Eu sou bem diferente: gosto de colocar um fio dental, ficar com a barriga de fora, ficar nua. O corpo é meu, a vida é minha, eu faço o que eu quiser". É assim que Thais Carla se define logo no início da conversa.

Dançarina desde os 4 anos, Thais já trabalhou com Anitta e é uma das vozes mais importantes quando o assunto é autoestima nas redes sociais. Para seus 623 mil seguidores no Instagram, a carioca, de 27 anos, fortalece sua própria imagem para acabar com tabus, regras e a insegurança de outras mulheres.

"Eu recebo muita mensagem de gente dizendo que não consegue ir à praia ou sair de casa por conta do julgamento das pessoas. Causa depressão não aceitar o próprio corpo", opina Thais Carla durante entrevista para a Universa no encontro das embaixadoras da Salon Line em Tulum, no México.

Os comentários negativos feitos contra a dançarina vêm na maioria das vezes acompanhados de discursos associando o corpo gordo a doenças.

"Eu já ouvi tanto por aí que não tenho saúde. Olham para a minha gordura e já associam a doenças. Eu sempre quis ser mãe, mas me falavam que eu não conseguiria engravidar por ser gorda. Diziam até que eu morreria no parto", relembra ela, mãe de Maria Clara, de 2 anos. "As pessoas não estão acostumadas a ver um corpo gordo livre."

Maternidade

Thais Carla com o namorado, Israel, e a filha, Maria Carla - Reprodução/Instagram
Thais Carla com o namorado, Israel, e a filha, Maria Carla
Imagem: Reprodução/Instagram

Do sonho da maternidade nasceu a "gostosa e saudável" Maria Carla: "Ela é uma criança surreal, sempre olha para mim quando eu estou me arrumando e fala: 'mãe, você é a mãe mais linda do mundo'", diz ela, estampando o sorriso no rosto.

A menina é filha de Thais com o fotógrafo baiano Israel Reis, com quem está há quatro anos. "Maria Clara tem um pai negro e uma mãe branca. A diversidade para ela é algo normal: ela vê que todo mundo pode ter detalhes físicos individuais, mas somos todos iguais de alguma forma".

Ela não vê eu me escondendo nos cantos. Quer ser feliz, assim como eu. A forma física não importa

Emagrecimento

Thais relembra a perda de 35 quilos como a "pior época da sua vida". Na época, em 2015, ela se viu forçada a emagrecer para participar de um reality show de emagrecimento. "Eu estava sem grana e surgiu essa oportunidade, não tinha para onde correr. Foi a pior época da minha vida, não conseguia me reconhecer como pessoa. Foi contra os meus princípios."

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Com a perda rápida de peso, em 80 dias, Thais sentiu impactos negativos em seu corpo. "Perdi 35 quilos, mas não foi de forma saudável. Junto perdi unha, cabelo... Aconteceram várias coisas ruins comigo, porque não era a natureza do meu corpo. Me arrependo muito. Se eu pudesse voltar atrás, esse programa seria a única coisa que eu não faria", opina.

* O jornalista viajou a convite da Salon Line