Topo

Beleza


Beleza

Protetor solar clareador funciona? Trata melasma e sardas? Saiba mais

A novidade atua diretamente em pontos da cascata de produção da pigmentação, diminuindo as manchas de forma mais ativa - iStock
A novidade atua diretamente em pontos da cascata de produção da pigmentação, diminuindo as manchas de forma mais ativa Imagem: iStock

Paula Roschel

Colaboração para Universa

14/01/2019 04h00

Curtir uma tarde ao ar livre sem se preocupar com queimadura solar é possível graças à gama extensa de filtros químicos e físicos disponíveis no mercado. Dentro desse mar de variedades, o protetor clareador se destaca por unir a fuga da vermelhidão com clareamento de manchas.

Tal novidade cria curiosidade, pois ameniza tons escuros de forma antes impensável, já que no passado o uso de ativos para frear a pigmentação se restringia ao período noturno.

Veja também

Como funciona?

Os filtros tradicionais aniquilam lentamente manchas na pele ao bloquear raios que mantêm ou pioram áreas de coloração escurecida, protegendo-as enquanto se renovam naturalmente. Com o protetor clareador há um bônus: "Ele age prevenindo o aparecimento de áreas mais escuras por meio do bloqueio dos raios, como qualquer protetor, mas também atua diretamente em pontos da cascata de produção da pigmentação, diminuindo as manchas de forma mais ativa com o uso de substâncias clareadoras", explica a dermatologista Jaciara Hunnicutt, da Clínica Carrijo, de São Paulo.

Qualquer clareador é amigo do sol?

Hoje é possível usar alguns produtos clareadores sem ter problemas com o sol, como niacinamida e Brightenyl​​​​​​. "Os clareadores diminuem a síntese de melanina (responsável pela cor da pele, cabelo e olhos) de diferentes maneiras. Inclusive, há ativos que agem quando nos expomos à radiação ultravioleta", diz o dermatologista Damiê De Villa, do Kurotel, de Gramado (RS). 

Mas nada de sair por aí passando qualquer clareador e indo à praia, pois há aqueles que não podem ser expostos ao sol. "Uma classe de clareador muito tradicional e muito potente é a dos retinoides. Ela é incompatível com a luz solar, e deve ser usada apenas à noite", explica Jaciara Hunnicutt.

Posso usar com outro clareador?

Os protetores com efeito clareador têm fórmulas que não conflitam com o uso de outros clareadores tópicos. Mas se você já usa um creme que retira pigmentação e quer aderir ao movimento do protetor que também aniquila manchas, consulte antes o dermatologista.

O protetor trata sardas e melasma?

Esse tipo específico de protetor solar pode funcionar muito bem para pessoas que querem amenizar sardas, porém não consegue eliminá-las sozinho ou resolver outra questão recorrente quando o assunto é mancha: o melasma.

"Em teoria, até protetor sem ser clareador pode diminuir um pouco o melasma. Na prática, sabemos que clarear melasma não é fácil, pois é preciso combinar diversos recursos para obter um bom resultado. O protetor clareador pode ser mais uma arma nessa guerra", diz Jaciara.

  • Vulcan Ice Clarydefense FPS 50 PPD 20, Cosmobeauty

    Com promessa de 18 horas de proteção contra raios UV e estresse térmico, ação clareadora e antipoluição. Atua na hidratação e regeneração da pele. R$167. linhacosmobeauty.com.br

  • Divulgação

    Protetor Clareador FPS 70 Chronos, Natura

    Para amenizar o tom de áreas escurecidas. Protetor com cor e fórmula com toque seco. R$ 75,60. natura.net

  • Divulgação

    FotoUltra Isdin Active Unify Color Fluído, ISDIN

    Com FPS 99, clareia e unifica o tom de pele enquanto a protege. R$ 131. epocacosmeticos.com.br

  • Divulgação

    Protetor Solar Bioage

    Com FPS 60, proteção contra luz visível e efeito clareador, R$ 105. americanas.com.br

  • Divulgação

    Idéal Soleil Clarify FPS 60, Vichy

    Filtro que protege contra radiação solar e danos causados pela luz visível. Matifica a pele e tem efeito clareador, com ativos como Glicirrizinato Dipotássio, Neohesperidina e LHA. R$ 84,90. vichy.com.br