PUBLICIDADE
Topo

Turismo espacial e retorno à Lua: as missões para ficar de olho em 2022

Foguete Ariane 5, que levou o telescópio James Webb ao espaço, durante o lançamento em 25 de dezembro - Esa
Foguete Ariane 5, que levou o telescópio James Webb ao espaço, durante o lançamento em 25 de dezembro Imagem: Esa

Juliana Stern

Colaboração para Tilt

06/01/2022 04h00Atualizada em 07/01/2022 08h19

O ano de 2021 foi um ano agitado para a exploração espacial. Vimos as primeiras missões voltadas ao turismo no espaço; um novo rover em Marte; e, mais recentemente, o tão esperado telescópio James Webb voando. Mesmo com tantos avanços, ainda tem mais coisa pela frente em 2022.

Veja o que esperar:

Lançamento da primeira nave espacial orbital da SpaceX

Foguete Starship da SpaceX - Divulgação/SpaceX - Divulgação/SpaceX
Foguete Starship da SpaceX
Imagem: Divulgação/SpaceX

A SpaceX, de Elon Musk, planeja colocar a nave espacial Starship em órbita pela primeira vez até março. Será o primeiro de uma dúzia de voos testes no ano.

Se tudo correr bem, o voo inaugural colocará a espaçonave em órbita por um breve período de tempo antes de reentrar na atmosfera da Terra, pousando no Oceano Pacífico. Se a SpaceX for capaz de recuperar e reutilizar a nave durante o procedimento, as missões operacionais podem começar logo em 2023.

A empresa planeja, eventualmente, usar a nave estelar para missões tripuladas a Marte.

Astronautas civis voam para a Estação Espacial Internacional com a Axiom Space

Em 2022, a companhia de Musk planeja enviar astronautas ao espaço em parceria com a Axiom Space (EUA) na primeira missão comercial à Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês).

Serão quatro pessoas: Larry Connor, Mark Pathy, Eytan Stibbe e o ex-astronauta da Nasa Michael López-Alegría.

Embora turistas já tenham visitado a estação espacial antes, esta será a primeira viagem totalmente privada.

A viagem, cujo trajeto até o destino levará dois dias, prevê oito dias de hospedagem na ISS com direito a 25 experimentos de microgravidade.

A Nasa também aprovou uma segunda missão tripulada para a ISS. O voo está programado para final de 2022 ou início de 2023.

DART impacta asteroide em setembro

Missão Dart, da Nasa, para bater em um asteroide - Reprodução/Nasa - Reprodução/Nasa
Missão Dart, da Nasa, para bater em um asteroide
Imagem: Reprodução/Nasa

A missão de Teste de Redirecionamento de Asteroide Duplo da Nasa, ou DART na sigla em inglês, foi lançada em novembro de 2021 e está programada para chegar ao seu alvo —um asteroide chamado Didymos e sua pequena lua Dimorphos— no final de setembro de 2022.

A missão pretende testar um sistema de defesa planetária pioneiro, projetado para desviar um asteroide de uma potencial colisão fatídica com a Terra.

Se funcionar, vai ser um pequeno alívio para quem viu o filme "Não Olhe para Cima", da Netflix.

A ideia é desviar o rochedo espacial usando força cinética para mantê-lo numa rota distante de nosso planeta. O DART deve bater a uma velocidade de 6,6 quilômetros por segundo na pequena lua, o que, esperamos, alterará a velocidade orbital de Dimorphos o suficiente para alterar sua órbita em torno de Didymos.

Aterrissagem na Lua da Intuitive Machines

Ilustração do módulo lunar da Intuitive Machines - Divulgação - Divulgação
Ilustração do módulo lunar da Intuitive Machines
Imagem: Divulgação

O módulo lunar robótico Nova-C, construído pela Intuitive Machines, será lançado no foguete Falcon 9, da SpaceX, no início de 2022.

A missão levará cargas da Nasa e comerciais —incluindo um pequeno rover da empresa britânica Spacebit, a primeira missão do Reino Unido à superfície lunar.

A espaçonave Nova-C tentará pousar no mar da Serenidade, um mar lunar de 674 km de diâmetro, e entregará as cargas à superfície para enviar dados ao nosso planeta.

Megafoguete SLS da Nasa lança primeira missão lunar

Primeiro estágio do foguete SLS sendo transportado de Nova Orleans para o Mississippi para testes - Nasa - Nasa
Primeiro estágio do foguete SLS sendo transportado de Nova Orleans para o Mississippi para testes
Imagem: Nasa

Esse ano também traz o lançamento inaugural do megafoguete SLS da Nasa à Lua, que possui 101 metros de altura.

A primeira missão do SLS, um voo livre lunar chamado de Artemis 1, está prevista para as janelas de lançamento entre 12 e 27 de março e 8 a 23 de abril.

A Artemis 1 será um marco importante nos planos da Nasa, que planeja levar humanos novamente à Lua até 2025.

Segunda missão de teste não tripulada da Starliner

CST-100 Starliner, da Boeing, será usada na missão Starliner Orbital Flight Test-2 (OFT-2 - Boeing - Boeing
CST-100 Starliner, da Boeing, será usada na missão Starliner Orbital Flight Test-2 (OFT-2
Imagem: Boeing

A Boeing e a Nasa estão planejando o segundo voo do Starliner Orbital Flight Test-2 (OFT-2) a partir de maio de 2022 — depende da programação de outros veículos que visitam a estação espacial.

A Boeing planeja enviar três astronautas à ISS para um voo de teste prolongado, incluindo os astronautas da Nasa Mike Fincke, Nicole Mann e Barry "Butch" Wilmore.

Lançamento do Juice na Europa

Ilustração do satélite Juice que analisará Júpiter; missão é de iniciativa da ESA, a Agência Espacial Europeia - ESA/ATG medialab - ESA/ATG medialab
Ilustração do satélite Juice que analisará Júpiter; missão é de iniciativa da ESA, a Agência Espacial Europeia
Imagem: ESA/ATG medialab

A missão Jupiter Icy Moons Explorer (Juice) da Agência Espacial Europeia (ESA) está programada para maio de 2022 e deve chegar ao maior planeta do Sistema Solar em 2029.

O módulo passará pelo menos três anos estudando o sistema joviano, incluindo três das maiores luas de Júpiter: Ganymede, Europa e Callisto.

James Webb ficará online

Imagem de 2017 de montagem do telescópio James Webb - Desiree Stover/Nasa - Desiree Stover/Nasa
Imagem de 2017 de montagem do telescópio James Webb
Imagem: Desiree Stover/Nasa

O telescópio espacial James Webb foi lançado em 25 de dezembro, mas levará cerca de seis meses para que todos os sistemas e instrumentos funcionem.

Ele conta com 50 implantações e 178 mecanismos programados para liberação antes que ele tome forma completa.

Espera-se que o James Webb comece as operações científicas regulares no meio de 2022.

Primeiro lançamento de foguete Vulcan Centaur da ULA

Renderização de lançamento de espaçonave Vulcan, da ULA (United Launch Alliance) - Divulgação - Divulgação
Renderização de lançamento de espaçonave Vulcan, da ULA (United Launch Alliance)
Imagem: Divulgação

A ULA (United Launch Alliance) planeja lançar seu novo foguete, o Vulcan Centaur, ainda em 2022.

A sonda Peregrine, construída pela empresa Astrobotic Technology, carregará o primeiro rover lunar do Japão, chamado Yaoki, que foi feito pela empresa japonesa Dymon.

A missão, patrocinada pela Nasa, deve depositar os restos mortais cremados do famoso escritor de ficção científica Arthur C. Clarke na Lua.

Missão da Rússia no polo sul lunar

Maquete da sonda Luna 25, planejada para ser lançada pela Rússia em julho de 2022 - Pline/Creative Commons - Pline/Creative Commons
Maquete da sonda Luna 25, planejada para ser lançada pela Rússia em julho de 2022
Imagem: Pline/Creative Commons

A missão russa, conhecida como Luna 25, foi adiada até julho de 2022. É a primeira do país à superfície lunar em 45 anos e a primeira a pousar no polo sul lunar.

O lançamento, em um foguete Soyuz-2-1b Fregat, do cosmódromo russo Vostochny, ainda não tem nova data para acontecer.

A espaçonave deve carregar instrumentos para pesquisa do regolito lunar e a exosfera (atmosfera) do polo sul lunar, região que está sendo considerada para missões tripuladas pela Nasa e outras agências espaciais.

Falcon Heavy lançando missão Psique

Falcon Heavy, o foguete peso-pesado da SpaceX - Divulgação/SpaceX - Divulgação/SpaceX
Falcon Heavy, o foguete peso-pesado da SpaceX
Imagem: Divulgação/SpaceX

Em julho, a missão Psique partirá num dos foguetes Falcon Heavy da SpaceX para estudar o asteroide Psique, que orbita o Sol entre Marte e Júpiter e parece ser um núcleo exposto de níquel-ferro de um planeta primitivo.

Estudar este novo asteroide de metal único oferecerá novas pistas sobre como os planetas como a Terra se formam.

Testes do Gaganyaan da Índia

O primeiro voo do veículo teste da missão espacial indiana está programado para o segundo semestre de 2022. O lançamento será seguido por uma missão não tripulada no final deste ano que levará um robô humanoide chamado Vyommitra, desenvolvido pela Organização de Pesquisa Espacial da Índia (ISRO na sigla em inglês).

Se tudo der certo, a ISRO planeja lançar a primeira missão Gaganyaan tripulada em 2023.

Lançamento do novo foguete Glenn da Blue Origin

Ilustração do foguete New Glenn, da Blue Origin - Divulgação/Blue Origin - Divulgação/Blue Origin
Ilustração do foguete New Glenn, da Blue Origin
Imagem: Divulgação/Blue Origin

A empresa privada de voos espaciais de Jeff Bezos, Blue Origin, enviará seu primeiro foguete para a órbita terrestre no final de 2022.

Chamado de New Glenn, o foguete foi projetado para transportar até 13 toneladas de carga para a órbita geoestacionária, que acompanha a rotação da Terra, e 45 toneladas para a órbita terrestre baixa.

Juno voando pela Europa

Sonda Juno com Júpiter ao fundo - NASA/JPL-Caltech - NASA/JPL-Caltech
Sonda Juno com Júpiter ao fundo
Imagem: NASA/JPL-Caltech

A espaçonave Juno, da Nasa, tem explorado Júpiter desde 2016 e já sobrevoou de perto o gigante gasoso e suas luas galileanas.

Em 2022, ela deve chegar muito perto do satélite Europa, umas das enormes luas do planeta e que, segundo uma teoria, possui um oceano sob sua superfície gelada que pode ser capaz de sustentar a vida.

Rover ExoMars Rosalind Franklin decola em setembro

Impressão artística do rover Exomars, fruto de uma parceria entre a ESA (Agência Espacial Europeia) e a Rússia - ESA/ATG medialab - ESA/ATG medialab
Impressão artística do rover Exomars, fruto de uma parceria entre a ESA (Agência Espacial Europeia) e a Rússia
Imagem: ESA/ATG medialab

O rover ExoMars, da Agência Espacial Europeia (ESA) e russa Roscosmos, será lançado entre agosto e outubro de 2022 com instrumentos para procurar moléculas orgânicas e cavar mais fundo na superfície.

Esta é a segunda fase do programa que estuda Marte. O Trace Gas Orbiter (TGO) e Schiaparelli (um demonstrador de pouso) chegaram ao planeta em 2016.

Lançamento da missão PRIME-1 da NASA em dezembro

Sonda da missão Prime-1, da Nasa - Divulgação/Intuitive Machines - Divulgação/Intuitive Machines
Sonda da missão Prime-1, da Nasa
Imagem: Divulgação/Intuitive Machines

Em parceria com a empresa Intuitive Machines, a Nasa enviará em dezembro uma perfuratriz de mineração de gelo ao polo sul da Lua. Esta é a primeira missão projetada para coletar água de gelo lunar.

Missões de carga Dream Chaser

Espaçonave Dreamchaser, da SNC (Sierra Nevada Corporation) - Divulgação - Divulgação
Espaçonave Dreamchaser, da SNC (Sierra Nevada Corporation)
Imagem: Divulgação

Uma espaçonave privada da Sierra Nevada Corp, chamada de Dream Chaser, começará a voar em missões de carga para a Estação Espacial Internacional em 2022.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informava uma versão anterior deste texto, no 14º parágrafo, a sonda do projeto Dart vai se chocar contra um asteroide a uma velocidade de 6,6 quilômetros por segundo, e não 6,6 quilômetros por hora. O erro foi corrigido.