Topo

Guia


"Outlast 2": Dicas para terminar sem morrer de medo

Divulgação
Imagem: Divulgação

Daniel Esdras

Do GameHall

17/11/2019 00h04

"Outlast 2" é um dos jogos grátis em novembro de 2019 no serviço de assinatura do PlayStation 4, a PS Plus. Lançado em 2017, o jogo é daqueles em que você precisa sobreviver sem armas, tendo apenas que correr e se esconder.

Sua amiga aqui será sua câmera, seus inimigos cultistas satânicos e os monstrengos que eles criaram. Para evitar passar mais medo que o necessário, separamos algumas dicas importantes para você ficar bem e usar de forma eficiente seus recursos escassos. Troque as fraldas, se prepare para os sustos e vem com a gente.

Preserve suas baterias, procure por novas

Reprodução
Imagem: Reprodução

Em "Outlast 2", o foco é sobreviver, não importa o meio, você não pode ser pego pelo inimigo. Para manter o foco total nessa premissa, o único recurso que você precisa de fato gerenciar fora a sua vida são as baterias usadas na câmera.

A câmera é essencial para passar pelos níveis escuros do jogo, onde a única saída para não cair em uma armadilha ou dar de cara com um inimigo é utilizar a visão noturna dela. Para ter bateria suficiente para essas partes, é importante economizar nas outras e especialmente encontrar novas baterias durante a jornada.

As baterias estão espalhadas por todos os lugares, portanto é preciso procurar. Abaixe e coloque a barriga do seu personagem no chão para evitar ser visto e se arraste para tudo quanto é buraco em busca de mais baterias. Você saberá que uma delas está por perto quando notá-las piscando na tela.

Para economizar bateria nas outras partes, use e abuse da iluminação que o jogo oferece, como tochas e lamparinas nas portas das casas. Se esconder nesses locais é um pouco mais difícil, mas não impossível e o resultado são alguns segundos ou minutos a mais para quando a câmera for realmente necessária.

Use o detector de áudio

Reprodução
Imagem: Reprodução

Outra função importante da sua câmera é a captação de áudio, que vai funcionar como um detector. Aponte a câmera para casas, locais suspeitos ou mesmo para o escuro e preste bastante atenção aos sons. Esse é um dos melhores meios de encontrar os inimigos e escolher por qual caminho você irá navegar.

O lado negativo é que a ferramenta consome a bateria da sua câmera como se ela fosse um oásis no deserto. Assim como a visão noturna, tente dosar o uso para os momentos mais difíceis e tenha bastante bateria de sobra.

Fique atento ao sangue

Reprodução
Imagem: Reprodução

Navegar pelos ambientes de Outlast 2 é um dos principais desafios do jogo. Em vilas mais abertas, com plantações e diversos caminhos, fica difícil se localizar, especialmente com o coração a mil por conta dos inimigos e o escuro natural do jogo, que muitas vezes atrapalha a enxergar um palmo na sua frente.

Para te ajudar a navegar e especialmente encontrar os lugares onde você pode subir, os criadores colocaram diversas marcações com sangues espalhadas por ai. Quando você notar marcas de sangue feitas com uma mão ou mesmo corpos pendurados em bordas, é um sinal que o caminho é por ali. Só tome cuidado para não confiar demais nesses sujeitos, pois eles adoram pregar peças em jogadores que não se lembram que armadilhas existem.

Atenção na tela

Reprodução
Imagem: Reprodução

O jogo deixa diversas pistas visuais para que você consiga prever o que diabos te espera pela frente. Se alguns sustos são inevitáveis, pelo menos inimigos e colecionáveis geralmente são mais fáceis de se encontrar com alguma atenção.

Como o jogo é escuro, pequenos flashes de luz no horizonte indicam inimigos. Se a velocidade do apagar e ascender da luz for mais rápido, provavelmente é uma bateria ou colecionável. Como a sua câmera pode filmar alguns eventos, coloque a visão dela, sem a visão noturna se não for preciso, sempre que você desconfiar de algo. Sua velocidade diminui, mas evita perder algum colecionável importante para entender melhor a história.

Nem todos querem te matar

Reprodução
Imagem: Reprodução

Existem diversos tipos de inimigo no jogo. Embora no início todos corram em sua direção para enfiar um machado enferrujado ou tridente nas suas costas, nem todos os moradores desse lugar maldito são assim. Alguns são apenas atormentados por seus traumas e problemas e vão simplesmente te dar alguns sustos andando de um lado para o outro. Desde que você não chegue muito perto, tudo ficará bem.

As vezes é melhor correr

Reprodução
Imagem: Reprodução

Embora a melhor alternativa seja quase sempre passar na furtividade, algumas vezes você será encontrado, é inevitável. Em vez de tentar encontrar outro lugar para se esconder, simplesmente corra, em muitos casos funciona incrivelmente bem.

Outra alternativa interessante quando as coisas ficam condenadas no jogo é morrer logo. Ao renascer, você receberá uma bateria cheia e sua vida de volta. Ficar sofrendo no escuro e com pouca vida pode te fazer demorar mais para avançar do que morrer e recomeçar a área.

Dê a volta na Martha

Reprodução
Imagem: Reprodução

A Martha é um dos inimigos icônicos do jogo. A voz dela é de arrepiar e, meu amigo, você não vai querer chegar perto dela. Ao contrário dos inimigos convencionais, ela te finaliza com um único golpe e não adianta só tentar dar a volta em torno dela, se chegar perto, ela vai te matar.

A única forma de passar é evitando ela totalmente, dando uma volta grande em torno dela. Chame a atenção da monstrenga para um canto, se for preciso, e use o outro lado para passar por ela, sempre existirá uma saída. Se você dominar e entender isso, até os sustos diminuem.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol

Guia