PUBLICIDADE
Topo

Pedro Antunes

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Boyband brasileira Br'Oz deu tão certo em 2003 - que poderia ficar por lá

Capa do álbum "Br"Oz" - Montagem
Capa do álbum 'Br'Oz' Imagem: Montagem
Pedro Antunes

Pedro Antunes, ou "Pô Antunes" pra quem só me conhece pelo Instagram, é jornalista, apresentador, curador e crítico de música e cultura pop desde 2010. Escreveu no Jornal da Tarde, Estadão e foi editor-chefe da Rolling Stone Brasil. Fez mais entrevistas do se lembra, tem um "novo disco favorito" por semana e faz mini-análises de álbuns no programa Tem um Gato na Minha Vitrola, no perfil @poantunes.

Colunista do UOL

15/04/2021 16h02

Sem tempo?

  • A boyband brasileira Br'Oz está de volta
  • O grupo anunciou o retorno às atividades com o relançamento do álbum de estreia deles, de 2003, nas plataformas de streaming
  • Do quinteto original, apenas Filipe Duarte não retornou ao grupo (ele foi vocalista do grupo de pagode Os Travessos até 2020)
  • Jhean Marcell, André Marinho, Matheus Rocha e Oscar Tintel estão juntos novamente e lançarão músicas inéditas.
  • A primeira faixa do novo Br'Oz se chamará "Insana" e chega às plataformas em 29 de abril

2021: "Alô, é do ano de 2003?"

2003: "Isso, aqui é o 2003, quem fala?"

2021: "Rapaz, que difícil que foi encontrar você. Ninguém tinha seu zap.

2003: "Zap? Quem é? Se for da Telefónica, esquece, não quero um celular, que saco..."

2021: "Ah, é verdade, você mal tem aparelho celular. O que vai saber de smartphone e de Whatsapp"

2003: "Bom, eu vou desligar."

2021: "Espera, 2003, espera. Aqui é o ano de 2021!"

2003: "Mentira?! É mesmo? Tipo viagem no tempo, mesmo? Irado!"

2021: "Isso, tipo viagem no tempo, mas deixa esse 'irado' pra lá que ninguém mais fala assim aqui no futuro."

2003: "Você vai me dizer como eu faço pra chegar melhor daqui a 18 anos? Como está tudo por aí?"

2021: "Melhor eu não falar nada para não te assustar, 2003"

2003: "Não brinca comigo. Por que? O problema é política?"

2021: "Podemos dizer que sim, também..."

2003: "Ah, o que o Lula fez? Ele tomou a propriedade de todo mundo e deu pro MST, né? Sempre soube que ele faria isso"

2021: "Olha? na verdade, o governo Lula erradicou a fome no Brasil, mas também teve denúnciar de corrupção. Ele ficou dois mandatos e, depois, elegeu uma sucessora, a Dilma.

2003: "Nããããoooo, a Dilma Rousseff???"

2021: "Essa mesma"

2003: "Presidenta?"

2021: "Isso"

2003: "Não acredito..."

2021: "Ela ficou um mandato inteiro e sofreu um impeachment no segundo. Temer virou nosso presidente por um tempo"

2003: "Para com isso. E agora?"

2021: "Bom, agora o presidente é o Bolsonaro."

2003: "Pera, pera, aquele deputado que ameaçou bater na Maria do Rosário?"

2021: "Esse mesmo."

2003: "Mas esse cara é maluco!"

2021: "Aqui, o pessoal tá chamando dele de genocida, mas ele ameaçou um monte de gente que chamou ele assim com uma lei dos tempos da ditadura militar."

2003: "Censura isso! E por que o Jair tá sendo chamado de genocida?"

2021: "Olha, 2003, eu não quero assustar você nesta ligação, eu juro que não era a intenção"

2003: "Agora já foi, 2021. Já foi!"

2021: "Bom, teve uma pandemia mundial e, por causa da política do Bolsonaro, o Brasil hoje é considerado o epicentro global desse vírus."

2003: "Mas por que isso aconteceu?"

2021: "Rapaz, estão debatendo até agora se o Brasil precisava fazer lockdown. Quem fez isso em março de 2020 e comprou vacinas já está começando a reabrir tudo. Imagina, estamos há um ano mal saindo de casa, de máscara na rua, álcool em gel na mão, restaurantes fechando, uma tristeza."

2003: "E tem remédio contra isso?"

2021: "Só vacina."

2003: "E o Brasil não está vacinado inteiro por que?"

2021: "Porque Bolsonaro apostou em medicamento e tratamentos precoces."

2003: "Mas funcionam?"

2021: "Não"

2003: "E por que compraram isso?"

2021: (Silêncio)

2003: "Então é genocídio, mesmo"

2021: "É o que o mundo todo está dizendo."

2003: "Que merda..."

2021: "Sim, mas, ô 2003, me deixa ir logo ao ponto porque o roaming aqui pra essa ligação é caro demais, mermão. O dólar tá quase R$ 6.

2003: "Minha nossa, ninguém mais tá indo pra Miami, então?"

2021: "Classe média brasileira não vai mais pra Miami, agora eles batem panela para reclamar de qualquer coisa"

2003: "Mas aí estraga a panela, não?"

2021: "Também tem isso, estraga, sim."

2003: "Não entendo nada desse seu tempo, 2021. Espero que até lá eu entenda esse seu mundo"

2021: "É uma doidera, 2003. Na sua época era mais fácil, eu acho. A gente meio que constrói uma proteção e para de se chocar com algumas coisas, eu acho"

2003: "Que tristeza, 2021."

2021: "Mas eu estou te ligando pra falar que achamos algo que é teu e veio parar aqui."

2003: "Não acredito, sério? O quê?"

2021: "A banda Br'Oz"

2003: "Aqueles da música d'A Prometida'?"

2021: "Esses mesmo!!! Quatro dos cinco cantores voltaram, lançaram uma versão remasterizada do primeiro álbum deles. E anunciaram até single novo.

2003: "Puxa..."

2021: "Tudo com a benção do Rick Bonadio"

2003: "Ele ainda?"

2021: "Infelizmente, sim"

2003: "Mas eu não quero o Br'Oz aqui, não"

2021: "Como assim?"

2003: "Pô, 2021, tá todo mundo cantando essa tal "Prometida", cê já prestou atenção na letra? Não dá."

2021: "Não me importa, 2003, mas esse problema é seu, cara. Esse tipo de som não faz mais sentido aqui em 2021. Ele dizem que usarão trap, reggaeton, coisas assim, mas é só ouvir esse álbum de 2003. Não é algo que vai dar certo aqui, só vai congestionar as plataformas de streaming e o Twitter".

2003: "Streaming? Twitter? Que língua você tá falando, 2021?"

2021: "Cara, olha o tanto de coisa que eu já tenho que lidar, sabe? A pandemia já ocupa quase todo o meu tempo. Me ajuda e leva o Br'Oz de volta quando eles faziam sentido, musicalmente falando. Ainda tenho que lidar com Bonadio falando mal de funk no Grammy, de escolher os shows que vão passar no BBB, descobrir qual vai ser o som do verão de 2022, é muita coisa!"

2003: "Não, não e não! Não quero. Liga lá no 2004 e vê se ele aceita"

2021: "Inacreditável"

2003: "Eu preciso desligar, 2021, já vai começar 'Mulheres Apaixonadas'"

2021: "Nossa, Bruna Marquezine, bem novinha, dá um show na cena em que a mãe dela morre após ser baleada, né?"

2003: "Ela vai morrer?!"

2021: "Puts, dei spoiler"

2003: "O que é spoiler?"

Tu, tu, tu, tu?

Errata: o texto foi atualizado
A novela na qual a personagem de Carolina Dieckeman raspa os cabelos é 'Laços de Família' e, não, 'Mulheres Apaixonadas'. A cena citada ao final do texto, portanto, foi trocada.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL