PUBLICIDADE
Topo

Luciana Bugni

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Largados, Pelados e Apaixonados: até que enfim eles terão chance de transar

Largados, Pelados e Apaixonados: sem roupa e à procura - Reprodução Discovery
Largados, Pelados e Apaixonados: sem roupa e à procura Imagem: Reprodução Discovery
só para assinantes
Luciana Bugni

Luciana Bugni é gerente de conteúdo digital dos canais de lifestyle da Discovery. Jornalista, já trabalhou na "Revista AnaMaria", no "Diário do Grande ABC", no "Agora São Paulo", na "Contigo!" e em "Universa", aqui no UOL. Mora também no Instagram: @lubugni

Colunista do UOL

08/06/2022 09h17

A Discovery, que agora atende por Warner Bros Discovery, finalmente atendeu o desejo de grande parte dos fãs do reality queridinho do público, Largados e Pelados. Vai ter sexo no programa!

A premissa você conhece: um casal formado por um homem e uma mulher são colocados em um local hostil da natureza sem roupas, alimentos ou ferramentas. Eles devem sobreviver por 21 dias driblando fome, frio, sol forte e os perigos dos animais selvagens. É um belo show de sobrevivência.

Eles transam?

Mas o fato de estarem pelados, claro, sempre acendeu um alerta em quem curte esse tipo de programa. Não apenas porque, sem a proteção das roupas, eles podem ser mais atingidos por perigos quase invisíveis, como ataques de formigas, por exemplo. Mas porque a nudez aguça a malícia humana e a próxima pergunta a respeito de "Largados" é: eles transam?

A resposta era não, pelo menos até agora. Salvo um ou outro assanhamento, é muito mais fácil a dupla quebrar o pau nos 21 dias em que estão juntos do que se apaixonar. Aparentemente, necessidades básicas do ser humano como se alimentar, dormir sem morrer de hipotermia e não virar ração de guepardos aparecem na frente de sexo. Mas a dúvida coletiva deve ter calado fundo na criatividade dos criadores da série que pensaram: epa, mas e se a gente colocá-los para transar?

Nossa, que boa ideia. Surge então "Largados, Pelados e Apaixonados", lançamento exclusivo no streaming Discoveryplus. As duplas ganham algum conforto a mais que os participantes do original — panelas, camas de folhas e o direito de levar algum objeto pessoal, como um útil violão. E já chegam fazendo o que todo mundo faz: olhando para as partes íntimas escondidas por um tarja para quem assiste pela TV. "Ele ficou ereto", diz uma das participantes. "Não sei como vou esconder isso estando pelado", afirma o animadinho.

Os episódios serão lançados semanalmente e o primeiro deles, que estreou no sábado (4), não mostra ainda os apaixonados atuando em suas paixões. Eles estão meio que atirando para todo lado e esperando que surta efeito. O ponto alto do espelho de relacionamentos no mundo real é David, um surfista que afirma não ter vontade de ser adulto nunca (ele tem 33 anos) e que no momento em que achar uma mulher idêntica à sua mãe se jogaria em um relacionamento com ela. Sim, estranho.

O clichê fica por conta de Ben, um caçador que ama tocar violão. Ele usa as noites na selva para fazer serenatas ao violão para Casselei, sua parceira — que é vegana. Ela diz aceitar bem que ele seja um caçador e mate animais. E que está encantada com o jeito dele de tocar o instrumento. Estou falando do violão. Ben afirmou que sabe que ser músico mexe com as mulheres, mas que para ele isso tudo é natural.

Natural também é uma dúvida que surge à medida em que a história evolui: por que alguém levaria um pé de pato para a selva em vez de uma escova de dentes? Especialmente quando seu objetivo é pegar alguém, esse parece ser um objeto de primordial necessidade.

Com a junção dos casais (no fim desse primeiro episódio, as duplas começam a se encontrar), a Discovery deve servir o público com intrigas de ciúmes e outras brigas do gênero.

Tomara que David encontre sua mãe na floresta e o resto todo se dê bem. A ver.

A gente pode falar mais do assunto no Instagram.