PUBLICIDADE
Topo

Cuscuz recheado é receita fácil para menu junino - ou qualquer dia do ano

Cucuz recheado: muçarela vai junto da farinha de milho flocada na cuscuzeira - Arquivo pessoal
Cucuz recheado: muçarela vai junto da farinha de milho flocada na cuscuzeira Imagem: Arquivo pessoal

Gabrielli Menezes

De Nossa

23/06/2021 04h00

Any Cabral

Any Cabral

QUEM É

Natural de São Luís (MA), ela aprendeu a cozinhar ao ajudar a mãe a alimentar o "batalhão" de cinco irmãos e cresceu fazendo doces por encomenda. Por cansar de ouvir "como faz", criou um Instagram para compartilhar as receitas.

Cuscuz vai bem com festa junina? "Combina com qualquer época do ano e, principalmente, com São João", responde Any Cabral. Natural de São Luís do Maranhão, ela consome o quitute feito de farinha de milho flocada no dia a dia.

No café da manhã, por exemplo, o pão francês surgiu como um costume recente. Na infância que viveu ao lado de seis irmãos, era o cuscuz que reinava na refeição. Não à toa a pedida ganhou variações, como a recheada de queijo.

O forte é no café, mas a gente costuma falar que, para cuscuz, não tem hora".

Para acertar no preparo do prato que é uma instituição do Nordeste, é essencial hidratar o flocão com água. E Juliette que o diga! Como a sister falou a Fiuk enquanto ele tentava fazer uma farofa da farinha flocada, "se não, fica muito duro. Quebra tudo (sic) os dentes".

Veja o passo a passo completo clicando na imagem abaixo:

Cuscuz recheado de queijo

Dificuldade Fácil
1 porções
50 min
Ver receita completa

Mais sabores no cuscuz

Rechear o cuscuz é mais fácil do que parece e abre uma série de possibilidades. A ideia é sempre colocar metade da farinha hidratada na cuscuzeira, acrescentar o recheio, completar a panela com o restante da farinha e tampar para cozinhar.

Cuscuz - Casa da Any - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Cuscuz doce feito com coco; leite acompanha
Imagem: Arquivo pessoal

Any usa muçarela e conta que também fica bom com linguiça refogada. Neste caso, vale cortar o enchido em pedaços pequeninos para ficar mais delicado.

Quer fazer cuscuz doce? Também dá. Troque o sal pelo açúcar e misture coco ralado ao flocão. Na hora de servir, coloque ao lado um recipiente com leite de vaca ou de coco. Frio ou quente, o objetivo é o mesmo: regar o cuscuz com o líquido e aproveitar as garfadas.

Dia a dia na internet

Cuscuz - Casa da Any - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Apaixonada por cuscuz, Any colocou flores na cuscuzeira
Imagem: Arquivo pessoal

Any, 32, aprendeu a cozinhar para ajudar a mãe a alimentar a "trupe" de seis irmãos da qual ela faz parte. Rapidamente, pegou gosto não só por colocar a mão na massa como por tudo que envolve o preparo de refeições, como as compras e a mesa posta.

A técnica de enfermagem continuou ligada à comida ao fazer docinhos e bolos para festas. Curiosos, os integrantes da família e do grupo de amigos sempre queriam saber como fazer cada guloseima.

Para facilitar a vida da maranhense, que já estava cansada de explicar, ela criou o perfil Casa da Any, em 2015. No Instagram, que hoje conta com quase 50 mil seguidores, ela compartilha as receitinhas e os prazeres do dia a dia. Entre eles, colecionar louças.

"Sempre garimpo e quem me conhece me dá de presente. Às vezes eu tenho até que falar: por favor, dessa vez não me dá louça, me dá uma bolsa", brinca.

Além de preparos tradicionais da família, Any também posta comidinhas inspiradas no Pinterest e no TikTok. "Meu filho me ajuda. Esses dias ele viu uma pipoca de Nescau e falou: vamos fazer?". Certo ele, que aproveita os dotes da mãe para garantir um lanchinho gostoso.