PUBLICIDADE
Topo

MMA


Com polêmica, Augusto Sakai vence por decisão dividida e avança no UFC

Augusto Sakai vence o veterano Blagoy Ivanov no UFC - Getty Images
Augusto Sakai vence o veterano Blagoy Ivanov no UFC Imagem: Getty Images

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

31/05/2020 00h06

Co-main event da noite deste sábado (30), evento que marcou o retorno do UFC à cidade de Las Vegas (EUA), o promissor Augusto Sakai encarou o veterano Blagoy Ivanov em duelo que colocou frente a frente os números 13 e 12 do ranking dos pesos-pesados, respectivamente. E melhor para o brasileiro, que soube aproveitar o momento completamente distinto de sua carreira em relação a do oponente.

Aos 33 anos e vindo de derrota, o búlgaro ainda busca provar que merece um espaço entre os top 10, enquanto Sakai, revelado pelo 'Contender Series' e embalado por três triunfos em linha na organização, tentava mostrar que ele já é uma realidade na categoria. E a disputa desta noite parece ter convencido quem ainda não acreditava disso.

Depois de três rounds equilibrados, o brasileiro venceu por decisão dividida após um momento polêmico no último assalto quando ele segurou na grade para não ser derrubado e não foi punido pelo árbitro. Dessa forma, o peso-pesado ampliou sua invencibilidade no evento para quatro combates e deixou clara sua vontade de medir forças contra um top 10.

"Vou tirar um tempo em casa, descansar e comer churrasco (risos). Mas assim que puder, quero voltar a lutar e espero que seja contra um top 10", narrou, durante entrevista após o combate.

A luta

O início do combate foi movimentado e estudado ao mesmo tempo. Enquanto o búlgaro dominou o centro do octógono repetidamente e caminhou para frente em busca de poderosos diretos e cruzados, o brasileiro mostrou foco na estratégia. Mais alto, Sakai usou toda a área do cage e apostou em chutes baixos e golpes de encontro.

Além disso, os momentos de clinche mereceram atenção especial. Enquanto Ivanov buscava esgrimar o braço direito para tentar uma queda, Sakai apostava na tradicional pegada de muay thai, sinalizando possíveis joelhadas - nenhum deles alcançou o plano final e a luta sempre voltava para a troca de golpes no centro do cage. E com essa combinação de cenários, ligeira vantagem para o búlgaro, que se mostrou mais agressivo.

Na segunda etapa, o brasileiro voltou mais agressivo e apostou mais em chutes, tanto baixos como no corpo do rival. Dono do centro do cage na maioria da disputa, Sakai andou para frente e aceitou mais a troca franca de golpes, quando protagonizou momentos de tensão em que ambos acertaram potentes ataques. Como ninguém caiu, ligeira vantagem do curitibano, que empatou a disputa em parciais.

O assalto final contou com muita trocação, além de um momento inusitado. Depois de alternarem bons momentos, tanto no controle das ações como no volume e contundência dos ataques, os pesos-pesados clincharam e, pela primeira vez na disputa, Ivanov aplicou uma queda de projeção. No entanto, sem que o árbitro percebesse, Sakai segurou na grade e conseguiu evitar a ida ao solo por completo.

Na sequência os atletas seguiram trocando golpes, já sem potência, e protagonizaram uma bela exibição de preparo físico a julgar pela média da divisão. Como resultado, os jurados apontaram vitória do brasileiro por decisão dividida dos jurados

Confira os resultados do UFC Las Vegas:

Augusto Sakai venceu Blagoy Ivanov por decisão dividida;
Billy Quarantillo venceu Spike Carlyle por decisão unânime;
Roosevelt Roberts finalizou Brok Weaver no 2º round;
Mackenzie Dern finaliza Hannah Cifers no 1º round;
Katlyn Chookagian venceu Antonina Shevchenko por decisão unânime;
Daniel Rodriguez venceu Gabriel Green venceu por decisão unânime;
Jamahal Hill nocauteou Klidson Abreu no 1º round;
Brandon Royval finalizou Tim Elliott no 2º round;
Casey Kenney finalizou Louis Smolka no 1º round;
Chris Gutiérrez nocauteou Vince Morales no 2º round.

MMA