PUBLICIDADE
Topo

MMA


Ministério do Esporte da França anuncia avanço rumo à regularização do MMA

Francis Ngannou, que nasceu em Camarões e defende a França, é uma das atrações do MMA - Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Francis Ngannou, que nasceu em Camarões e defende a França, é uma das atrações do MMA Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

10/02/2020 14h57

Na última sexta-feira (7), um passo importante foi dado rumo à legalização e regularização do MMA na França. O Ministério do Esporte do país realizou uma coletiva de imprensa em Paris para debater alguns temas sobre o reconhecimento do esporte na região. Dentre os assuntos abordados na cerimônia, foi confirmado oficialmente que a Federação Francesa de Boxe será a entidade encarregada do desenvolvimento e monitoramento das artes marciais mistas no país.

A coletiva foi um grande avanço rumo a completa legalização da prática do esporte no país europeu. Peça fundamental neste processo, a ministra do esporte Roxana Maracineanu foi quem liderou a cerimônia. O avanço latente até uma eventual regularização do MMA na França atrai os interesses das mais diversas organizações do mundo, inclusive o Ultimate - que enviou seu vice-presidente executivo sênior para acompanhar os detalhes do evento em Paris.

"Estamos muito satisfeitos que a ministra do Esporte, Roxana Maracineanu, tenha dado esse passo crucial no reconhecimento do MMA na França. A França é líder no esporte e criadora de tendências. Embora o processo de reconhecimento do MMA ainda envolva várias etapas, estamos empolgados com as perspectivas de, eventualmente, levar um evento ao vivo do UFC para a França, e gostaríamos de agradecer a todas as partes envolvidas no processo. Também estamos ansiosos para colaborar com a Federação Francesa de Boxe (FFB), com a qual o MMA compartilha muitos valores e um esporte com o qual já temos laços tão estreitos nos EUA, para ajudar a desenvolver o MMA na França ", declarou Lawrence Epstein, vice-presidente executivo sênior do UFC, em comunicado enviado à imprensa.

Em nota, o UFC destacou que pretende acompanhar de perto o desenrolar do processo no país. A intenção da companhia é sediar um card na França ainda na temporada de 2020. Dana White, presidente da liga, já admitiu o sonho de escalar o peso-pesado Francis Ngannou como estrela principal do show de estreia na região.

MMA