PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Técnico do Barcelona-EQU vê caminhos para derrotar Flamengo na Libertadores

Fabián Bustos, técnico do Barcelona de Guayaquil, comenta semifinal da Libertadores contra o Flamengo - Divulgação
Fabián Bustos, técnico do Barcelona de Guayaquil, comenta semifinal da Libertadores contra o Flamengo Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL

São Paulo

24/09/2021 16h09

Em entrevista feita ao "Seleção SporTV" hoje (24), o treinador Fabián Bustos, do Barcelona-EQU, apontou possibilidades para derrotar o Flamengo na partida de volta da semifinal da Libertadores. O técnico argentino ainda fez elogios ao ex-jogador e ídolo do clube, Júnior.

"Primeiramente quero agraciar o maestro Júnior, cresci vendo você jogar, é uma honra falar aqui. Em casa, nos sentimos melhor e poderemos fazer algo similar, pressionar alto, utilizar transições rápidas, onde parece que poderemos ganhar... Teremos que equiparar a força com uma equipe que é muito superior, em nomes, principalmente", disse Bustos.

Bustos também comentou sobre o jogo de ida, no Maracanã, na qual terminou derrotado por 2 a 0. O Barcelona-EQU teve a expulsão de Molina, ainda no primeiro tempo. O treinador afirma que está orgulhoso com o rendimento do clube, mesmo com a desvantagem obtida no primeiro jogo.

"A realidade é que no 11 x 11, falamos muito aos jogadores que perdemos um titular para nós, que fazíamos um bom primeiro tempo, especialmente os primeiros cinco minutos, mas a gente faria algo similar, porque o Flamengo com muito espaço ataca forte, teríamos que fazer uma partida perfeita defensivamente. Em linhas gerais, estou satisfeito, porque tentamos competir e creio que, por momentos, fizemos bem." concluiu.

Novamente uma série de elogios foram feitos pelo treinador. Desta vez não só para o Flamengo, mas para os outros times brasileiros que estão disputando as competições continentais atualmente. Vale lembrar que o Brasil possui 5 times representantes na Copa Sul-Americana e na Libertadores.

"A verdade é que a superioridade das equipes brasileiras, hoje, é muito notória. Você vê que repatriam jogadores que estavam na Europa. Na Sul-Americana, Athletico ganhou, Bragantino ganhou, Flamengo ganhou, na outra chave entre Atlético Mineiro e Palmeiras é parelho também. A diferença de hierarquia de jogadores é muito notória, muito grande. Nenhum jogador do Barcelona atua na Europa, alguns atuam no México, mas nem se compara", analisou.

O Flamengo tem a vantagem de dois gols sobre o Barcelona. A partida de volta acontece no dia 29 de setembro, no Estádio Monumental Isidro Romero Carbo. O vencedor do confronto estará na final da Libertadores, enfrentando Atlético-MG ou Palmeiras.

UOL Esporte vê TV