PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Libertadores: Dupla da ESPN diz que final sem brasileiros será vergonhosa

Nicola e Ulzelte acreditam que ausência de brasileiro na final da Libertadores será constrangedor - Reprodução/ESPN
Nicola e Ulzelte acreditam que ausência de brasileiro na final da Libertadores será constrangedor Imagem: Reprodução/ESPN

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/12/2020 14h33

Para Jorge Nicola e Celso Unzelte, uma nova final de Libertadores entre Boca Juniors e River Plate, em janeiro de 2021, no Maracanã (RJ), será "constrangedora" para os times brasileiros.

No "Bate-Bola Debate" de hoje, a dupla avaliou o cenário do futebol argentino e reprovou a possibilidade de um clássico em solo brasileiro. Santos e Palmeiras já se classificaram para as quartas de final; Grêmio e Inter ainda brigam por vagas.

"Não é possível uma final no Brasil não ter Brasil. Vai ser constrangedor. Até porque, no caminho, a tendência é que eles (argentinos) derrubem muito brasileiro. Vão ter que derrubar todo mundo", opinou Celso Unzelte.

Até o momento, são duas vitórias argentinas sobre brasileiros nas oitavas de final. Nos pênaltis, o Racing eliminou o atual campeão Flamengo. Já o River Plate garantiu a vaga para as quartas após vitória em casa, por 1 a 0, sobre o Athletico-PR.

"Para mim, é uma vergonha, uma tragédia, ainda mais porque os argentinos passaram seis meses sem jogar, estão disputando um campeonato que nenhum time grande leva a sério. Os caras só têm a Libertadores para se manter em forma. A capacidade financeira, mesmo de Boca e River, é muito inferior a dos clubes brasileiros. Diante desse contexto todo, vergonha", completou Nicola.

Ontem, o Boca Juniors venceu o primeiro jogo contra o Internacional, por 1 a 0, pelas oitavas de final. Caso elimine o Colorado, o clube argentino terá pela frente o compatriota Racing. Já classificado, o Santos aguarda o segundo jogo entre Grêmio e Guaraní (PAR) para conhecer seu adversário nas quartas.

Do outro lado da chave, o River Plate enfrenta o Nacional (URU) nas quartas. Já o Palmeiras encara o Libertad (PAR).

UOL Esporte vê TV