PUBLICIDADE
Topo

Posse de bola, passes e quase 20 chutes: o domínio do São Paulo em números

Alan Morici/AGIF
Imagem: Alan Morici/AGIF

23/01/2020 08h15

As características dos times comandados por Fernando Diniz são conhecidas: muita posse de bola, troca intensa de passes, sem chutão e busca constante pelo ataque. Bom, esse último, nem sempre realmente colocado em prática. Nessa quarta-feira, contra o Água Santa, porém, o São Paulo conseguiu ser efetivo ofensivamente além de dominar a partida.

Durante 64,5% do tempo o Tricolor teve a posse e as ações do duelo. Frágil, o adversário pouco incomodou, é verdade. Foram 627 passes certos da equipe do Morumbi contra apenas 276 do Água Santa. Daniel Alves, camisa 10 do time, teve 10% de posse no jogo, acertando incríveis 101 passes de 105 tentados.

Apesar da bola se concentrar bastante nos pés do veterano, quem conseguiu quebrar as linhas e acelerar o jogo foi Vítor Bueno. Foi dele o passe para Pablo abrir o placar, logo aos cinco minutos, e para Dani concluir duas vezes antes de anotar o segundo. Ao todo, foram quatro assistências para finalização dadas pelo meia, o recordista do fundamento no duelo - Helinho foi o 2º com três.

Conseguindo entrar na área com quatro e até cinco jogadores, o São Paulo foi capaz de transformar o seu domínio em ofensividade. Foram 19 finalizações na partida, 10 delas de dentro da área. Daniel Alves foi quem mais tentou: quatro.

Números do São Paulo contra o Água Santa

- Dados do Footstats

64,5%

2 gols marcados

0 gols sofridos

7 finalizações certas

12 finalizações erradas

627 passes certos

35 passes errados

7 cruzamentos certos

14 cruzamentos errados

11 desarmes

São Paulo