PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Mauro Cezar: Fala-se no VAR do Atlético, mas e o Flu, que foi prejudicado?

Do UOL, em São Paulo

30/11/2021 12h00

Classificação e Jogos

O Atlético-MG venceu o Fluminense por 2 a 1, de virada, no domingo (28), depois de chegar à igualdade em um pênalti muito questionado, em mais um jogo com arbitragem criticada por interferir no resultado de um jogo do Campeonato Brasileiro, que teve até a queda do chefe da comissão de arbitragem Leonardo Gaciba devido aos erros cometidos por árbitros e que não foram corrigidos com o uso do VAR.

No podcast Posse de Bola #182, Mauro Cezar Pereira afirma que o Atlético-MG seria campeão mesmo com o empate no Mineirão e que muito se fala sobre o time ser beneficiado ou não pela arbitragem, mas se ignora que o Fluminense, por exemplo, acabou prejudicado em um jogo válido na briga por vaga na Libertadores.

"Claro que a arbitragem tem tido interferência em qualquer jogo, de qualquer time, quando ela marca pênaltis inexistentes. Se ela marca para o Atlético-MG alguns pênaltis polêmicos ou inexistentes, a arbitragem está interferindo. É evidente que o Atlético-MG poderia brigar pelo campeonato da mesma forma sem que o VAR interferisse, porque tem uma boa equipe e consegue bons resultados, mas ignorar isso ou meio que de uma maneira preventiva tentar vetar o assunto não é papel de jornalista", diz Mauro.

"O pênalti foi um absurdo e o Fluminense tem seu objetivo no campeonato. A gente fala muito do Atlético-MG e dos times que disputam, o Atlético-MG vai ser campeão e se empatasse ontem acho que não mudaria isso, só poderia adiar um pouquinho a possibilidade de título, o time que está em segundo lugar não tem técnico, mas não dá, isso aí é um pouco demais. Agora, esse assunto obviamente tem que ser citado", completa.

O jornalista afirma que a saída de Gaciba da chefia da arbitragem não surtiu efeito, destacando que a solução seria trazer alguém de outro centro do futebol para comandar com plenos poderes o departamento a fim de mudar a cultura da arbitragem brasileira.

"Sobre o VAR, o VAR só piora. Eu falei isso aqui na época e repito, não adianta mandar embora o Gaciba, tem que trazer alguém de fora, com plenos poderes. Aquilo que vale para times de futebol que precisam de técnicos de fora no futebol aqui onde os últimos três títulos da Libertadores foram ganhos por técnicos portugueses, precisa trazer alguém", afirma Mauro.

"Fala-se muito do Atlético-MG, mas e o Fluminense, como é que fica? Será que esse resultado de ontem não vai atrapalhar os planos do Fluminense para a próxima temporada? Ele está brigando por uma posição no campeonato também, tem um time aí prejudicado, não é o Atlético-MG beneficiado de novo, é o Fluminense prejudicado também, porque o jogo poderia ter outro rumo, óbvio", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol