PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Enderson prega tranquilidade após Botafogo ter boa fase na Série B freada

Enderson conversa com elenco do Botafogo antes de treinamento  - Vítor Silva/Botafogo
Enderson conversa com elenco do Botafogo antes de treinamento Imagem: Vítor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/09/2021 04h00

A derrota para o CSA, ontem (23), freou um Botafogo que vinha em franca arrancada na Série B do Campeonato Brasileiro, e mostrou um time que, apesar dos recentes resultados positivos, ainda precisa de ajustes. Por outro lado, o técnico Enderson Moreira evita fazer com que o revés mude o momento que o Alvinegro atravessa, e pede tranquilidade.

O Glorioso entrou em campo tendo na bagagem uma série de sete jogos sem perder — com seis vitórias e um empate. Mais que isso, estava com 100% de aproveitamento no segundo turno. Contra o CSA, porém, o time teve uma atuação aquém, fato admitido pelo próprio treinador.

O que Enderson apontou, inclusive, é que a equipe já vinha tendo alguns obstáculos, mas que, na visão dele, os bons resultados mascararam. Agora, contra o Sampaio Corrêa, domingo, há a expectativa pelo retorno de Marco Antonio, peça que se tornou importante no esquema e que foi desfalque no Rei Pelé por ter sentido um desconforto muscular.

"Muita gente já colocava a nossa equipe como classificada, mas está aberto. Temos muitos jogos pela frente, 39 pontos para serem disputados. A competição pode trazer surpresas. Conseguimos resultados importantes, mas precisamos continuar firmes", disse Enderson.

O comandante citou ainda que há um trabalho com o grupo para que a empolgação externa, ou as críticas, não entrem no vestiário. Nos últimos dias, a torcida alvinegra se mostrou animada com a boa fase, e a frase "O Botafogo tá embalado, hein!" chegou a ganhar as redes sociais.

"O entusiasmo que vem de fora não pode nos contaminar, fazendo acreditar naquilo que as pessoas, às vezes, falam. O primeiro tempo [contra o CSA], realmente, foi aquém, mas estávamos melhor no segundo tempo, criando situações. Aconteceu o gol deles, tivemos algumas oportunidades, e isso faz parte. O que falamos no vestiário é não sofrer demais as derrotas, assim como não nos empolgamos demais com as vitórias. A nossa cabeça já está no próximo jogo", completou.

Mesmo com a derrota, o Botafogo se mantém na terceira colocação, com 44 pontos, e, domingo, vai reencontrar a torcida no Nilton Santos. Este será o primeiro jogo com público desde o início da pandemia de coronavírus — serão disponibilizados um total de 4.999 ingressos.

Botafogo