PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2021

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Colunistas: Por que São Paulo não consegue vencer em Itaquera?

Otero encara Miranda no clássico entre Corinthians e São Paulo, pelo Paulistão - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Otero encara Miranda no clássico entre Corinthians e São Paulo, pelo Paulistão Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Do UOL, em Santos (SP)

03/05/2021 12h11

Resumo da notícia

  • Colunistas do UOL tentam explicar o motivo de o São Paulo não vencer em Itaquera
  • "Corinthians historicamente cresce contra o São Paulo", analisa André Rocha
  • Milton Neves: "Não tem como negar que psicológico tem atrapalhado bastante"
  • Rodrigo Coutinho: "Existe a questão do tabu, que pode aumentar a pressão"
Classificação e Jogos

O tabu continua em Itaquera. Na noite de ontem (2), mesmo em melhor fase, o São Paulo acumulou mais um jogo sem vitórias contra o Corinthians na Neo Química Arena: os times empataram por 2 a 2, em duelo válido pela décima rodada do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o Corinthians acumula agora 14 jogos contra o arquirrival em Itaquera, sendo dez triunfos alvinegros e quatro empates. Por que o São Paulo não consegue vencer na casa corintiana? Fizemos essa pergunta aos colunistas do UOL Esporte. Confira as respostas:

Até 2018 porque o Corinthians era mais time. Agora porque clássico equilibra forças, o Corinthians historicamente cresce contra o São Paulo, que sofre também pela pressão por títulos.
ANDRÉ ROCHA

Não conseguiu até agora porque geralmente o Corinthians era melhor. No último Brasileiro, foi vítima de uma armadilha tática. O Corinthians se fechou e ganhou no contra-ataque. Todos sabiam que seria assim e o São Paulo não soube reagir. E o empate de ontem foi feito de um jogo em que ambos combateram muito e jogaram pouco. Tudo normal.
MENON

Itaquera há tempos já não bota medo na maioria dos rivais do Corinthians. Aliás, acabou se tornando um "parque de diversões" para muitos visitantes. Mas o São Paulo insiste em viver "noites do terror" no estádio corintiano. Difícil explicar o motivo, mas não tem como negar que o psicológico tem atrapalhado bastante. Principalmente nos últimos dois Majestosos, oportunidades nas quais o Tricolor foi a Itaquera como grande favorito. E a história de ontem poderia ter sido diferente se Crespo já tivesse entendido o tamanho do incômodo do são-paulino com tal tabu. Era para ter jogado com força máxima e goleado, professor!
MILTON NEVES

Na maioria das vezes, o São Paulo não venceu porque o time do Corinthians era melhor ou porque a pressão da torcida desequilibrou a favor do alvinegro. No último domingo, não venceu porque o Corinthians teve mais fome.
PERRONE

O São Paulo tinha totais condições de vencer nesse domingo (2), mas optou por entrar com um time misto. No encontro anterior, quando era líder do Brasileirão, perdeu também uma ótima oportunidade. Mas antes disso, o time do Morumbi sempre encontrou dificuldade pois geralmente teve uma equipe inferior em campo.
RODOLFO RODRIGUES

Cada jogo tem uma história diferente. É claro que existe a questão do tabu, que pode aumentar a pressão por um resultado positivo em muitos momentos. O lado mais fraco recentemente, neste caso o Corinthians, também se mobiliza para defender essa marca e aproxima a distância entre os dois times. Mas em resumo, cada jogo se explica de forma diferente.
RODRIGO COUTINHO

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL