PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Fla empilha mais uma taça e atinge média de uma a cada 2,8 meses desde 2019

Jogadores do Flamengo levantam a taça da Supercopa do Brasil após baterem o Palmeiras - Lucas Figueiredo/CBF
Jogadores do Flamengo levantam a taça da Supercopa do Brasil após baterem o Palmeiras Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/04/2021 17h00

Classificação e Jogos

Colocar faixa de campeão no peito virou uma doce rotina no Flamengo, que empilha taças em cima de taças desde o início de 2019, quando o atual presidente Rodolfo Landim iniciou a sua gestão.

Com o bicampeonato da Supercopa, o Fla deu a sua décima volta olímpica neste período, isso se consideradas também as conquistas das Taças Rio de 2019 e da Guanabara em 2020. As conquistas dão ao clube a média de um troféu erguido a cada 2,8 meses.

Esta era de alegrias para os rubro-negros inclui ainda uma Libertadores, dois Brasileiros, duas Supercopas, dois Cariocas e uma Recopa. Motivos de sobra para a festa de jogadores e torcedores.

"Ser campeão é muito bom. Ser campeão pelo Flamengo é melhor ainda. Sou um cara de muita sorte. Aqui, no Flamengo, sabemos que não tem nada fácil, foi uma disputa muito acirrada, com os melhores goleiros do Brasil junto com o Cássio [do Corinthians]. Os protagonistas foram eles [goleiros]. Estamos muito felizes de termos o Diego Alves aqui. Somos muito ambiciosos, queremos mais títulos, mas este título é muito bom. Valorizamos muito. Só os campeões estão aqui, então, queremos estar de novo. Esse grupo não tem como colocar limites", declarou o lateral Filipe Luís ao Sportv.

A mais recente conquista veio após um jogo frenético contra o Palmeiras, o tempo normal terminou empatado em 2 a 2 e, na disputa de pênaltis, Diego Alves acabou brilhando, pegando três cobranças.

"Mas mais do que os pênaltis era o significado pra gente. Para mim em especial, porque passei por um momento conturbado. Isso vai para as pessoas que quiseram minha permanência. Era um desejo meu ficar no Flamengo, muita gente fez muito esforço para eu continuar. Fico feliz de retribuir isso com esse título que esse grupo merece", declarou o goleiro.

Após cumprir seu primeiro grande objetivo na temporada, o Rubro-Negro volta as suas atenções para o tricampeonato do Estadual. De alto astral, o Fla encara na quarta (14) o arquirrival Vasco, às 21h, no Maracanã, de olho em um triunfo no clássico e mais razões para a torcida seguir sorrindo.

Flamengo