PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Bruno Lazaroni recua, não topa permanência e deixa o Botafogo

Bruno Lazaroni, técnico do Botafogo - Vitor Silva/Botafogo
Bruno Lazaroni, técnico do Botafogo Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

29/10/2020 22h34

Um dia após aceitar o convite da diretoria para permanecer na comissão técnica do Botafogo, Bruno Lazaroni recusou da decisão e se despediu do Alvinegro. Em uma publicação em rede social, na noite de hoje (29), o ex-técnico do Glorioso afirmou que tem "objetivos na vida" e que seguirá "em busca de novos desafios".

Bruno Lazaroni era auxiliar técnico e foi efetivado como treinador do time no começo do mês, substituindo Paulo Autuori. Em seis partidas, foram duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Ele acabou demitido do cargo ontem (28), após resultado negativo diante do Cuiabá, no Nilton Santos, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Porém, inicialmente, havia aceitado retornar à função de auxiliar.

Lazaroni assegurou que acredita no elenco alvinegro e indicou que o Botafogo, "pela sua grandeza e pela vontade dos jogadores", conseguirá sair da crise que atravessa:

"Após assumir o comando da equipe interinamente por algumas vezes, tive a oportunidade de ser o técnico efetivo da equipe profissional nesse ano. Infelizmente, foram apenas seis jogos em menos de um mês de trabalho, e a certeza de que estávamos buscando uma evolução. Acredito nesse grupo e sei que o Botafogo, pela sua grandeza e pela vontade dos jogadores, sairá dessa incômoda situação. Tenho objetivos na minha vida e seguirei em busca de novos desafios para dar sequência à minha trajetória no futebol", disse, em trecho da postagem.

A diretoria do Glorioso está no mercado em busca um novo treinador. Houve uma conversa com Alexandre Gallo, mas as partes não chegaram a um acerto.

Veja a publicação de Bruno Lazaroni:

"Estou encerrando um ciclo profissional importante na minha vida. Gostaria de agradecer ao Botafogo pela oportunidade de vestir a camisa do clube por tantos anos. Vivi momentos incríveis, vitoriosos, em todas as categorias do clube e em diferentes funções. Na base, conquistei títulos em quase todas as categorias, como coordenador e gerente, participando diretamente da formação de diversos atletas. No profissional, como auxiliar permanente do clube, fomos campeões do Campeonato Carioca de 2018, último título conquistado pelo Botafogo", disse.

"Após assumir o comando da equipe interinamente por algumas vezes, tive a oportunidade de ser o técnico efetivo da equipe profissional nesse ano. Infelizmente, foram apenas seis jogos em menos de um mês de trabalho, e a certeza de que estávamos buscando uma evolução. Acredito nesse grupo e sei que o Botafogo, pela sua grandeza e pela vontade dos jogadores, sairá dessa incômoda situação. Tenho objetivos na minha vida e seguirei em busca de novos desafios para dar sequência à minha trajetória no futebol", completou.

Botafogo