PUBLICIDADE
Topo

Futebol

SPFC x Red Bull reativa rixa que você não conhecia entre Diniz e Barbieri

Maurício Barbieri e Fernando Diniz se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro - Diogo Reis/AGIF e DOUG PATRÍCIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Maurício Barbieri e Fernando Diniz se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro Imagem: Diogo Reis/AGIF e DOUG PATRÍCIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Flavio Latif e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/09/2020 04h00

Classificação e Jogos

São Paulo e Red Bull Bragantino se enfrentam hoje (9), às 19h15 (de Brasília), no Morumbi, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo marca o reencontro entre os treinadores Fernando Diniz e Maurício Barbieri — que já tiveram problemas quando o técnico são-paulino dirigia o Audax-SP e Barbieri comandava o Red Bull Brasil, em fevereiro de 2016.

Naquela ocasião, o Audax venceu o RB Brasil por 3 a 2, pela primeira fase do Campeonato Paulista. O fato que ficou na partida foi a confusão entre os comandantes das equipes, que causou muito tumulto até a entrada dos vestiários. Em entrevista aos canais Premiere, Barbieri disse que teria sido ofendido por Diniz, após reclamar de cera dos jogadores do Audax.

"Só disse para ele que sempre o respeitei, mas me xingou. Ele é bom treinador, mas tem que ter caráter. Eu tenho família", afirmou.

Apesar da rusga naquela partida, ambos têm uma história muito parecida na carreira como técnico. São jovens, se destacaram no interior do futebol paulista e passaram por grandes clubes até chegarem no posto que ocupam hoje. Diniz já dirigiu o Athletico e o Fluminense na Série A do Brasileiro; Barbieri, por sua vez, treinou o Flamengo.

Aquele confronto pelo Paulistão teve dois nomes que devem estar na partida de hoje: Tchê Tchê e Ytalo faziam parte do elenco do Audax. Além dos dois, Camacho (pelo Audax), atualmente no Corinthians, e Thiago Galhardo (pelo RB Brasil), artilheiro do campeonato nacional com a camisa do Internacional, estiveram na partida.

Em entrevista ao UOL Esporte, o atacante Ytalo minimizou o ocorrido e afirma que foi era um jogo com duas equipes qualificadas, tanto é que o Audax chegou a decisão do Estadual daquele ano, mas acabou sendo derrotado pelo Santos.

"Lembro que foi um jogo pegado, com duas equipes qualificadas, tanto que se classificaram e o Audax chegou à final. Para falar a verdade, não me recordo da briga, lembro apenas que teve apenas uma confusão, algo normal de jogo. Acredito que não tenho ficado nenhuma rusga entre os dois treinadores", disse o atacante, que trabalhou com a dupla e vê até algumas semelhanças no estilo.

"Falei com o Diniz quando jogamos contra o São Paulo lá pelo Paulista. Trabalhar com ele foi um aprendizado muito grande, por conta do jeito de jogar dele. É algo parecido com o que o Red Bull Bragantino também procura aplicar. O Barbieri chegou agora, estamos nos conhecendo mais. Nós também tentamos ficar bastante tempo com a bola e marcamos pressão", completou Ytalo.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO x RED BULL BRAGANTINO

Data: 9 de setembro de 2020, quarta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Competição: Campeonato Brasileiro, 9ª rodada
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior (ambos do DF)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Juanfran, Diego Costa, Léo Pelé e Reinaldo; Tchê Tchê, Hernanes e Gabriel Sara (Igor Gomes); Vítor Bueno, Luciano e Brenner (Paulinho Boia). Técnico: Fernando Diniz.

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller, Matheus Jesus e Claudinho; Artur, Ytalo e Leandrinho. Técnico: Maurício Barbieri.

Futebol