PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Sem malandragem? Palmeiras saiu na frente nos últimos 6 jogos, mas venceu 2

Vanderlei Luxemburgo, durante treino do Palmeiras na Academia de Futebol - Cesar Greco
Vanderlei Luxemburgo, durante treino do Palmeiras na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/08/2020 04h00

O Palmeiras tem convivido com uma sina no últimos jogos: a dificuldade em segurar a vantagem no placar. No último sábado (29), o enredo contou com requintes de crueldade quando a equipe viu a vitória diante do Bahia escapar aos 49 minutos do segundo tempo após falha de Weverton.

"Faltou ser mais malandro, malandro entre aspas", resumiu o técnico Vanderlei Luxemburgo ao analisar a partida. Malandragem à parte, foi a quarta vez nos últimos seis jogos que a equipe cedeu a igualdade depois de sair na frente.

Nos últimos seis compromissos, o Palmeiras conseguiu marcar antes do adversário. Bom sinal. No entanto, só em duas ocasiões terminou o jogo com a vitória — contra Athletico-PR e Santos. No clássico, a equipe chegou a sofrer o empate, mas reassumiu a vantagem na sequência da partida. Nas outras vezes —diante de Corinthians, Fluminense, Goiás e Bahia— o time não conseguiu confirmar o triunfo ao longo dos 90 minutos.

Em um cenário hipotético, caso tivesse segurado a vantagens nessas partidas (três delas foram pelo Campeonato Brasileiro), o Palmeiras somaria os mesmos 15 pontos do líder Internacional, adversário da próxima quarta-feira (2). Até levar o empate do Bahia nos acréscimos, a equipe estava assumindo a vice-liderança provisoriamente.

A recorrência evidencia uma fragilidade da equipe que se dispõe a brigar pelo título brasileiro. A desconfiança segue mesmo diante da sequência de dez jogos consecutivos sem derrota.

No sábado, Luxemburgo destacou que a equipe poderia ter adotado outro comportamento perto do fim da partida.

"Depois do gol, faltou segurar um pouquinho mais a bola na frente. Tivemos a chance de fazer o segundo gol (...) Nós, no segundo tempo, estivemos mais próximos do segundo gol do que eles do empate, mas acho que poderíamos ter segurado mais a bola na frente para o time sair de trás. Rifamos bolas desnecessárias, mas agora é levantar a cabeça e continuar", disse.

Agora, o Palmeiras terá diante do Inter nova chance de se firmar na competição. Com um jogo a menos em relação à maioria dos adversários, a equipe voltaria a se aproximar do topo tabela em caso de vitória. No momento, Alviverde ocupa a sexta colocação, com nove pontos.

"Expectativa boa, jogo difícil, o Inter joga com uma marcação muito forte. Joga reativo, com uma transição ofensiva muito forte. Temos que ter cuidado, mas nossa equipe estará preparada para fazer um grande jogo", completou Luxemburgo. A partida será realizada na quarta, às 21h30 (de Brasília).

Palmeiras