PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Renato minimiza goleada e foco do Inter para Gre-Nal: 'Tão motivado quanto'

Renato Gaúcho minimizou a goleada do adversário e a motivação que traz a falta de vitórias - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Renato Gaúcho minimizou a goleada do adversário e a motivação que traz a falta de vitórias Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Do UOL, em Porto Alegre

03/08/2020 04h00

Classificação e Jogos

Se Eduardo Coudet está incomodado com o fato de ainda não ter vencido o Grêmio, Renato Gaúcho não crê que isso gere motivação extra no clássico da próxima quarta-feira. O treinador do Tricolor disse que está tão empenhado em vencer como seu adversário e minimizou a forma que o Inter chegou à decisão do returno do Gauchão.

"O Inter não se desconcentrou, não deu chance ao adversário. O Grêmio poderia ter feito a mesma coisa, mas se desconcentrou e até poderia ter ficado fora da final pela falta de foco de alguns jogadores", disse Portaluppi.

Os cenários começaram parecidos, mas terminaram bem diferentes nos estádios de Porto Alegre. Enquanto no Beira-Rio o Inter marcou cedo e construiu uma goleada por 4 a 0, na Arena o Tricolor também pulou na frente no começo, mas sofreu empate, voltou a estar ganhando na etapa final, mas levou novamente o empate, e só se classificou com gol dramático já nos minutos finais.

"O Inter teve uma vantagem técnica sobre o adversário dele, mas foi porque o time soube usar isso durante os 90 minutos. O Inter abriu placar, fez o segundo, o Grêmio também. A diferença foi que eles mantiveram a concentração e nós não. O adversário cresceu, erramos, o adversário fez os gols. Se o Grêmio tivesse ficado concentrado da forma que entrou, seria o mesmo placar", minimizou Renato.

O empenho extra que pode gerar o incômodo admitido por Coudet também foi minimizado pelo treinador gremista.

"Você não queria que o Coudet falasse que estava desmotivado, não é? Ele vai correr atrás da vitória. Eu estou tão motivado ou mais do que ele para conseguir mais uma vitória. É normal. Eu parabenizo ele pelo trabalho que faz, é um grande treinador, um grande profissional, foi uma bela contratação do Internacional. Mas ele jamais falaria que está desmotivado. O Grêmio vem numa sequência muito boa sobre o Inter, mas cada jogo é um jogo. O clássico é 50% para cada lado. Vencemos dois nos últimos três, mas é sempre difícil. O Inter sempre terá nosso respeito", finalizou.

O jogo deve ser oficializado para quarta-feira, na Arena do Grêmio. A Federação Gaúcha de Futebol depende de aval da prefeitura de Porto Alegre para confirmar a decisão.

Grêmio