PUBLICIDADE
Topo

Diego Souza e Pimpão recebiam mais que Kalou e Honda no Botafogo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/07/2020 04h00

O ano de 2020 reservou boas surpresas para o torcedor do Botafogo. Após se livrar do rebaixamento nas últimas rodadas do Brasileirão de 2019, o clube iniciou a temporada reformulando o elenco. Jogadores caros e que pouco entregavam foram cortados. No lugar, jovens com mais disposição e dois reforços internacionais e fora da curva.

Keisuke Honda e Salomon Kalou foram contratações de impacto e surpreenderam o futebol brasileiro ao fecharem com o Botafogo. Muito tem sido falado que o Alvinegro não teria condições financeiras de arcar com os pagamentos por se tratarem de atletas caros. Não é bem assim.

Juntos, os gringos recebem R$ 410 mil mensais na carteira de trabalho. Qualquer valor fora dessa quantia será recebido através de ganhos com marketing, previsto em contrato. O clube não revela números, mas diz abertamente que o japonês, por exemplo, já se pagou com o que movimentou da torcida em termos de sócio-torcedor.

Curiosamente, o valor de Honda e Kalou na CLT (R$ 410 mil) é inferior ao que Diego Souza e Rodrigo Pimpão recebiam juntos na temporada passada: R$ 500 mil. Isso sem contar os ativos indiretos gerados com as presenças dos reforços internacionais.

Já com os dois novos reforços no elenco, a folha salarial do Botafogo é inferior a R$ 2,5 milhões, uma das mais baixas da elite do futebol nacional. A ideia é que chegue a aproximadamente R$ 3 milhões para a disputa do Campeonato Brasileiro. O clube ainda encaminhou as chegadas de Rafael Forster e Victor Luís.

Vale lembrar que o Alvinegro vendeu Alex Santana e ainda dispensou Joel Carli, além de vender Vinicius Tanque e Igor CássioLeandrinho deixou clube na Justiça. Cícero é outro que pode ser negociado.

Além disso, o Botafogo está em fase final de virar clube/empresa, o que representará o fim das dívidas a curto prazo e dinheiro no caixa para manter salários em dia. O projeto deve sair do papel ainda em julho, segundo informações do comitê executivo de futebol.

Botafogo