PUBLICIDADE
Topo

Visto como 'curinga', Nathan segue no Atlético-MG a pedido de Sampaoli

Nathan permanece no Atlético-MG por ser visto como "intenso e dinâmico" por treinador argentino - Pedro Souza/Atlético-MG
Nathan permanece no Atlético-MG por ser visto como "intenso e dinâmico" por treinador argentino Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

02/07/2020 04h00

Resumo da notícia

  • O Atlético-MG desembolsou três milhões de euros (R$ 18 milhões) para adquirir Nathan
  • Admirador do futebol do atleta, Sampaoli solicitou a sua manutenção a Mattos
  • O argentino aprova o desempenho do meio-campista nas atividades recentes
  • O jogador agradou ao técnico por se tratar do que é chamado de 'curinga' - exerce mais de uma função
  • Nathan atuou como volante, apoiador e atacante. Ele chegou a treinar, inclusive, como falso 9

O Atlético-MG desembolsou 3 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões na cotação atual) para adquirir Nathan em definitivo a pedido de Jorge Sampaoli. Admirador do futebol do meia-atacante, o treinador solicitou a manutenção do atleta de 24 anos ao diretor-executivo Alexandre Mattos.

O argentino aprova o desempenho do meio-campista nas atividades em meio à pandemia do novo coronavírus. O jogador agradou ao técnico por se tratar do que é chamado de 'curinga' no esporte — ele exerce mais de uma função em campo.

Nas atividades comandadas por Sampaoli no período da paralisação do futebol, Nathan atuou como volante, apoiador e atacante. Ele chegou a treinar, inclusive, como falso 9 em alguns trabalhos.

O UOL Esporte apurou que a comissão técnica do treinador argentino o vê como "intenso e dinâmico". Os elogios feitos nos bastidores foram preponderantes para a permanência do jogador no mercado da bola.

Com contrato até junho de 2022 no Chelsea, o jogador tinha uma multa de 6,5 milhões de euros (R$ 39 milhões). Contudo, o Galo negociou e reduziu o valor. As tratativas foram alinhavadas pelo diretor de futebol Alexandre Mattos.

Sampaoli tem tido autonomia nos bastidores do clube desde que chegou, em março passado. Ele foi o responsável por indicar os demais reforços contratados — os zagueiros Bueno e Júnior Alonso, os volantes Alan Franco e Léo Sena e os atacantes Marrony e Keno.

Atlético-MG