PUBLICIDADE
Topo

'Espero que seu filho pegue coronavírus': atacante revela abusos após medo

Troy Deeney mostrou preocupação por volta do futebol inglês durante a pandemia - Jan Kruger/Getty Images
Troy Deeney mostrou preocupação por volta do futebol inglês durante a pandemia Imagem: Jan Kruger/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

28/05/2020 09h54

Classificação e Jogos

Atacante e capitão do Watford, Troy Deeney revelou ter recebido mensagens ofensivas em suas redes sociais desde que mostrou preocupação pela volta do Campeonato Inglês, parado há mais de dois meses em razão da pandemia de coronavírus.

Em depoimento à CNN, o jogador, que se recusou a voltar a treinar com seu clube, falou que alguns recados foram direcionados ao seu filho de cinco meses, que nasceu com problemas respiratórios.

"Vi alguns comentários em relação ao meu filho, com pessoas dizendo: 'Espero que seu filho pegue coronavírus'. Essa é a parte mais difícil para mim. Se você responder a isso, as pessoas então dirão: 'Ah, nós já pegamos'", afirmou.

Todos os clubes do Campeonato Inglês votaram, ontem, a favor da retomada dos "treinamentos de contato", que devem ser iniciados na semana que vem. É esperado que Deeney compareça ao CT do Watford, mas ele não confirmou presença.

Apesar das críticas pelo retorno do futebol inglês, o atacante disse confiar nas diretrizes da organização do campeonato, que tem feito testes e divulgado informações frequentemente aos atletas.

"Minhas preocupações eram puramente por motivos familiares. Eu precisava de mais perguntas respondidas com um pouco mais de autoridade e, no início, eles realmente não podiam fazer isso, mas não por qualquer vontade, era apenas porque não tinham as informações", concluiu.

Futebol