PUBLICIDADE
Topo

'Vou voltar', garante atacante Fred ao ser questionado sobre Fluminense

Fluminense monitora briga judicial entre Fred e Fluminense - Nelson Perez/Fluminense FC
Fluminense monitora briga judicial entre Fred e Fluminense Imagem: Nelson Perez/Fluminense FC

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

26/03/2020 11h50

Em meio à paralisação do futebol por conta do surto de contágio do coronavírus, a torcida do Fluminense ficou esperançosa. Durante uma transmissão ao vivo em uma rede social, na noite de ontem (26), o atacante Fred afirmou que vai voltar ao Tricolor.

O jogador não indicou data para o retorno às Laranjeiras, mas foi enfático ao ser questionado pelo jornalista Rica Perrone.

"Eu vou voltar. Eu vou voltar", disse ele.

Ter Fred novamente no Fluminense é um sonho antigo da diretoria. O presidente Mario Bittencourt, que tem boa relação com o jogador, não esconde o desejo de contar com o camisa 9 no elenco. Recentemente, o mandatário falou sobre as conversas e apontou que aguarda a resolução da questão entre o atacante e o Cruzeiro:

"No dia seguinte que for resolvido, ou a gente pega um avião para lá ou ele pega para cá. A gente vai trazer o nosso ídolo de volta para casa. É o que a gente quer, a torcida quer e tenho certeza que ele quer também. Até imagino que ele possa retornar, mas só para o Campeonato Brasileiro. Estamos na expectativa de que ele se resolva com o Cruzeiro", declarou.

Fred já está livre de seu contrato com o clube mineiro desde 29 de fevereiro, quando conseguiu uma decisão em caráter liminar junto a Justiça do Trabalho. Tanto o atacante quanto o Flu preferem dar sequência às negociações apenas depois da liberação definitiva, o que deveria ocorrer assim que houvesse a audiência de conciliação.

A pandemia de coronavírus, porém, pode alongar a novela que já se arrasta no mercado da bola. Isso porque o Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) suspendeu todas as audiências marcadas para o mês de março, incluindo um encontro entre o camisa 9 e o Cruzeiro para tratar a rescisão.

O atacante não desejava seguir o caminho da Justiça, mas após tentativas infrutíferas de um acordo extrajudicial, decidiu por judicializar o caso. A dívida do Cruzeiro com Fred é de cerca de R$ 30 milhões entre salários, direitos de imagem e outros encargos.

Fluminense