PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Jorge Jesus diz que perdeu amigo, se corrige e defende pausa no Carioca

Siga o UOL Esporte no

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

14/03/2020 20h35Atualizada em 14/03/2020 22h27

Classificação e Jogos

Sem entrevista coletiva por orientação da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) por conta do coronavírus, o técnico Jorge Jesus deu declarações exclusivas para a FlaTV após a virada do Flamengo sobre a Portuguesa, no Maracanã. O português afirmou ter perdido um amigo em seu país durante a epidemia. Depois, se corrigiu e disse que a pessoa em questão está em estado grave.

"Isso do coronavirus, o teste na equipe, as preocupações que a gente pode ter, a nossa família, isso está sendo um problema muito grande dentro da estrutura da família. Sou português sei o que está passando em Portugal, eu perdi um amigo", afirmou Jesus, claramente emocionado, ao canal oficial do Flamengo.

Mais tarde, o treinador foi à sua conta pessoal no Instagram para dizer que se confundiu e que o amigo em questão se encontra em estado grave.

"Nota de esclarecimento: Hoje foi um dia muito triste pra mim, obtive uma informação desencontrada sobre a morte de uma amigo querido. Na verdade a informação correta é que ele está em estado grave no hospital", publicou.

À Fla TV, treinador também defendeu uma pausa no Campeonato Carioca, algo que será discutido em reunião na sede da Ferj na segunda-feira.

"Aqui no Brasil temos que pensar, não é só nos outros países, é um vírus que está por todos os lados. Eu acho que isso tem que parar. Eu penso que não podem haver jogos no Estadual. Os jogadores não são super homens. Eu defendo que a próxima rodada do Carioca não pode acontecer. Nós estamos no risco. Tivemos contato com uma pessoa (com coronavírus). Os jogadores não são super-heróis", opinou.

O Flamengo entrou em campo neste sábado (14) mesmo após um vice-presidente que teve contato com o elenco testar positivo para o coronavírus. O clube realizou testes em jogadores e funcionários, mas não obteve resultados antes da partida. É possível que alguém estivesse infectado. Ao contrário do recomendado, jogadores em campo se abraçaram e trocaram camisas.

"O Flamengo está no risco, tivemos contato com uma pessoa que teve. Não pode haver mais jogos", resumiu Jesus.

Flamengo