PUBLICIDADE
Topo

Por corona, rivais são orientados a evitar contato com Flamengo no Maracanã

Flamengo, do técnico Jorge Jesus, teve um de seus dirigentes infectado com o novo vírus - Foto: Alexandre Vidal / Flamengo
Flamengo, do técnico Jorge Jesus, teve um de seus dirigentes infectado com o novo vírus Imagem: Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Adriano Wilkson

Do UOL, em São Paulo

14/03/2020 13h37

O departamento médico da Portuguesa-RJ orientou os jogadores da equipe a evitar ao máximo possível contato físico com atletas do Flamengo na partida de hoje (14) no Maracanã, pelo Campeonato Carioca.

A orientação foi dada depois que veio a público a notícia de que Maurício Gomes de Mattos, vice-presidente do Flamengo, testou positivo para o novo coronavírus. Mattos esteve em recente viagem à Colômbia com a delegação rubro-negra. O clube anunciou que testou jogadores e comissão técnica, mas os resultados sairão apenas após a partida de hoje.

Através de sua assessoria de imprensa, a Portuguesa afirmou que direção, jogadores e comissão técnica estão tranquilos por acreditarem que o departamento médico do Flamengo não permitiria que um jogador com sintomas da covid-19 (doença causada pelo vírus) entre em campo na partida de hoje.

Marcão - Nathan Diniz/Divulgação - Nathan Diniz/Divulgação
Marcão, capitão da Portuguesa-RJ
Imagem: Nathan Diniz/Divulgação

Mesmo assim, os jogadores foram orientados a evitar contato com os atletas rubro-negros, o que incluiria não cumprimentá-los fisicamente antes e depois da partida e não trocar camisetas. Os jogadores devem evitar também tocar corrimões e outros equipamentos de uso comum no Maracanã.

A diretoria da Portuguesa pondera que, apesar disso, será muito difícil que os jogadores sigam a orientação de evitar contato físico durante a partida, já que o futebol é um esporte de contato. O clube informou que não cogitou pedir a suspensão da partida.

Flamengo e Portuguesa se enfrentam hoje em partida que estava programada para acontecer transmissão de TV. Na tarde de hoje, o Flamengo anunciou que, por causa da pandemia, entrou em um acordo com a TV Globo para que o jogo fosse transmitido em plataformas online.

A possibilidade de contágio de coronavírus no Campeonato Carioca gerou mal-estar público entre o zagueiro Leandro Castán, do Vasco, e o governador Wilson Witzel, que em uma entrevista coletiva ontem afirmou que os atletas assumiriam o risco de uma eventual contaminação.

Após o anúncio de que as partidas do fim de semana serão realizadas com portões fechados, a Federação de Futebol do Rio informou que os jogadores também não concederão entrevistas antes ou depois do jogo. No caso dos técnicos, as entrevistas serão avaliadas caso a caso. A solicitação para a suspensão do contato com jornalistas foi feita pelo Fluminense, e estendida depois aos demais clubes.

Futebol