PUBLICIDADE
Topo

Fluminense paga três meses de salários atrasados e fica em dia com elenco

Elenco recebeu três meses de salário nesta segunda-feira; CLT está em dia no clube - DANIEL PERPETUO / FLUMINENSE F.C.
Elenco recebeu três meses de salário nesta segunda-feira; CLT está em dia no clube Imagem: DANIEL PERPETUO / FLUMINENSE F.C.

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

09/12/2019 19h26

Classificação e Jogos

O ano de 2019 está perto do fim, mas o Fluminense enfim conseguiu colocar seus débitos em dia com jogadores e funcionários. O clube pagou nesta segunda-feira três meses de salários atrasados referentes aos meses de setembro, outubro e novembro. Restam apenas direitos de imagem, que apenas alguns atletas do elenco possuem em carteira, e o 13º deste ano.

A informação foi primeiro veiculada pelo "Globoesporte.com" e confirmada pelo UOL Esporte. Bolsistas e funcionários que recebem salários via pessoa jurídica (PJ) também foram contemplados com a operação realizada pelo Tricolor. A folha salarial do futebol (sem encargos) é de R$ 2,8 milhões. Ao todo, o Flu desembolsou cerca de R$ 10 milhões.

No último fim de semana, o departamento de futebol feminino emitiu carta protestando por quatro meses de salários em atraso, ainda que toda a folha gire em torno de apenas R$ 30 mil.

Em outra operação, o Tricolor já havia acertado valores com o meia Miguel e o atacante Marcos Paulo, considerados duas jóias de Xerém e maiores ativos do clube para vendas futuras no momento. A ideia era evitar um novo "caso Scarpa", pois os jogadores poderiam, a partir do quinto dia útil do mês, requerer a rescisão unilateral de seus vínculos com o clube em função dos três meses de salários atrasados.

Fluminense