Topo

Sem ingresso, casal flamenguista transforma final em "lua de mel" em Cusco

Torcedores do Flamengo, Victor e Daiane, a caminho de Cusco, no Peru - Diego Salgado/UOL
Torcedores do Flamengo, Victor e Daiane, a caminho de Cusco, no Peru Imagem: Diego Salgado/UOL

Diego Salgado

Do UOL, em Quince Mil (Peru)

21/11/2019 22h36

O plano de Victor ganhou aval da namorada imediatamente, mesmo que parecesse uma loucura. O torcedor do Flamengo venderia a moto e o relógio para ir ao lado dela até o Chile assistir à final da Libertadores. Mas o casal de Barra Mansa, interior do Rio de Janeiro, foi pego de surpresa com a mudança de sede de Santiago para Lima.

O dinheiro arrecadado com as vendas era suficiente para Victor e Daiane irem de ônibus até a capital chilena e ainda comprarem dois ingressos. Como Lima é mais longe, o montante adquirido só foi suficiente para pagar o deslocamento até o Peru.

Diante da situação, o casal, que está junto há três anos, não desistiu da viagem e arrumou uma solução. Eles assistirão ao jogo em Cusco, depois de viajar no ônibus Rio-Lima ao lado de outros 17 torcedores do Flamengo. A viagem será uma espécie de lua de mel antecipada para os namorados que pretendem se casar no fim do ano que vem - na verdade, eles a encaram como uma "lua de açúcar", uma prévia da primeira viagem de casados.

Assim que o Flamengo eliminou o Grêmio na semifinal, o flamenguista entrou em contato com a empresa de ônibus JBL. A passagem Rio-Santiago custou R$ 2 mil. "Eu vendi minha moto por R$ 3.800. O relógio, por R$ 500. Era uma edição de colecionador. Ia sobrar muita grana, a gente ia comprar os ingressos, pagar hospedagem e até conhecer Valparaíso e Viña de Mar", disse Victor.

Com a mudança de sede, o casal teve de pagar a diferença para ir até Lima com a empresa Ormeño. O custo só de passagem aumentou R$ 1.050. A hospedagem também ficou mais cara.

"A gente fez as contas e viu que não daria. Mas pensamos: 'Vamos estar em terras peruanas, vamos no ônibus da torcida'. A gente sempre quis viajar para Cusco, é uma viagem que estamos planejando há três anos", afirmou Daiane.

Victor e Daiane ficarão cinco dias na cidade inca. Eles chegaram na madrugada de hoje (21) e voltarão no mesmo ônibus da Ormeño com os outros torcedores rubro-negros. O retorno está marcado para segunda-feira (25).

Para conseguir viajar por 14 dias, o casal teve de fazer um esforço para deixar a rotina e pegar a estrada. Victor, que é programador de cargas, pediu para antecipar as férias. O chefe achou uma loucura, mas liberou o funcionário. Já Daiane, estudante de direito, perderá duas semanas de aulas justamente no período próximo às provas de fim de ano.

"Acharam que a gente não ia aguentar tantos dias no ônibus. Vão ser oito dias. Mas está tranquilo, passando rápido, a galera é muito legal. A gente não vai esquecer essa experiência", disse Daiane.

#UOLrumoaLima

A final da Libertadores entre Flamengo e River Plate está marcada para o próximo dia 23. Uma semana antes de a bola rolar no Estádio Monumental de Lima, no Peru, o UOL Esporte partiu rumo à capital peruana ao lado de torcedores rubro-negros. A viagem, entretanto, não será comum. O trajeto de pouco mais de seis mil quilômetros será feito de ônibus. Durante estimadas 116 horas, o ônibus passará por seis estados brasileiros (Rio, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Acre), incluindo parte do Pantanal e da Amazônia, além das capitais Cuiabá, Porto Velho e Rio Branco.

Já em território peruano, a caravana vai passar por Puerto Maldonado, Cusco e, enfim, Lima. No total, serão quase cinco dias de viagem, do Atlântico ao Pacífico, com dez paradas previstas. A chegada, portanto, deve acontecer na quinta-feira, dois dias antes da decisão entre Flamengo e River.

Confira o que os ocupantes do ônibus já viveram até agora:

A empresa responsável pelo deslocamento é a peruana Ormeño, que realiza o trajeto uma vez por semana, mas, por causa da mudança de sede da final de Santiago para Lima, decidiu colocar um ônibus extra destinado aos torcedores.

A viagem pode ser acompanhada pelas redes sociais do UOL Esporte, com #UOLrumoaLima. O repórter Diego Salgado foi o escolhido para a missão. Nos últimos dois anos, ele se especializou em viagens longas de bicicleta. Em 2018, atravessou a América do Sul, de Porto Alegre a Santiago, no Chile (1.939 km em 27 dias). Há três meses, o trajeto escolhido foi na Europa, de Barcelona, na Espanha, a Amsterdã, na Holanda. Na ocasião, ele pedalou por 2.028 km em 29 dias e passou por seis países.

Flamengo