PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

No adeus, Marcelo pode levantar taça e virar 2º maior vencedor da Champions

Final da Liga dos Campeões deve ser a última partida de Marcelo pelo Real Madrid - Efe
Final da Liga dos Campeões deve ser a última partida de Marcelo pelo Real Madrid Imagem: Efe
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

28/05/2022 04h00

Se o Real Madrid chegar aos minutos finais da decisão da Liga dos Campeões da Europa, hoje, contra o Liverpool, na França, já com a vitória encaminhada, é bem provável que o técnico Carlo Ancelotti peça para Marcelo deixar o banco de reservas e faça uma substituição para colocar o brasileiro em campo.

O gesto, que tem sido planejado e comentado nos bastidores do Santiago Bernabéu, será uma forma de reconhecimento e agradecimento do clube espanhol pelos 15 anos de serviços prestados do segundo jogador estrangeiro que mais vestiu a camisa merengue (546 partidas) em todos os tempos.

Assista à final da Champions League e tenha acesso a um universo de conteúdo exclusivo.

Mas, apesar de ter apenas mais 90 minutos (ou 120, caso a disputa pelo título de estenda à prorrogação) de futebol como jogador do Real, o lateral ainda pode fazer um pouco mais de história. E em dose dupla.

Caso o Real fature a Champions, Marcelo será o primeiro brasileiro a levantar o troféu mais cobiçado de futebol de clubes como capitão de um time, feito que Thiago Silva (Paris Saint-Germain) e Fernandinho (Manchester City) deixaram escapar nas duas últimas temporadas ao serem derrotados na final.

Além disso, o camisa 12 alcançará o quinto título europeu de sua carreira e se transformará no segundo maior vencedor que a competição continental já viu.

No Real desde 2007, Marcelo fez parte do elenco que conquistou "La Decima", em 2013/14, e também do time que, pouco depois, emendou três conquistas consecutivas (2014/15, 2015/16 e 2016/17).

Assim como o lateral, Casemiro, Karim Benzema, Gareth Bale, Dani Carvajal, Isco, Luka Modric e Nacho também podem se juntar ao grupo dos pentacampeões europeus, que já conta com oito jogadores, entre eles Cristiano Ronaldo, Alfredo di Stéfano e Paolo Maldini.

O ex-atacante espanhol Francisco Gento é o único homem que venceu a Liga dos Campeões mais vezes do que essa turma à qual Marcelo pode se juntar amanhã. Ele ganhou seis edições do torneio entre 1956 e 1966, todas pelo Real.

Aos 34 anos e atualmente na reserva do francês Ferland Mendy, Marcelo tem contrato só até o fim de junho. Ele chegou a abrir a possibilidade de uma considerável redução salarial para permanecer no clube, mas, aparentemente, já desistiu de convencer a diretoria merengue lhe dar um novo vínculo.

No fim de semana, câmeras da transmissão da partida entre Real e Betis, pela última rodada do Espanhol, flagraram o brasileiro conversando com Lucas Vázquez no banco e lhe dizendo que não terá o contrato renovado apesar de ser um "grande exemplo".

A final entre Real Madrid e Liverpool será a mais pesada da história da Liga dos Campeões e levará a campo nada menos que 19 títulos da competição que é o desejo máximo de jogadores, treinadores, dirigentes e torcedores: 13 dos espanhóis e seis dos ingleses.

Esse será o terceiro encontro dos dois clubes na decisão do torneio continental. Em 1981, os Reds venceram por 1 a 0. O troco veio quatro anos atrás, com uma vitória por 3 a 1 dos merengues.

Pelo terceiro ano consecutivo, a partida que distribuirá o título de melhor time de futebol do Velho Continente não será disputada no local inicialmente programado pela Uefa.

Depois de levar as duas últimas finais da Champions para Portugal por conta da pandemia da covid-19, a entidade europeia resolveu tirar o jogo do título desta edição de São Petersburgo como forma de sanção pela invasão da Rússia à Ucrânia.

Com isso, a partida que definirá o sucessor do Chelsea no posto de campeão europeu será realizada em Saint-Denis, nos arredores de Paris (França).

Finais europeias 2021/22

LIGA EUROPA
18/05 - Eintracht Frankfurt 1 (5) x (4) 1 Rangers, no Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha (ESP)

CONFERENCE LEAGUE
25/05 - Roma 1 x Feyenoord 0, na Arena Kombëtare, em Tirana (ALB)

LIGA DOS CAMPEÕES
Hoje, às 16h - Liverpool x Real Madrid, no Stade de France, em Saint-Denis (FRA)