PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

As zebras estão soltas: 7 times que são as surpresas da temporada na Europa

Ibrahimovic é o principal jogador do Milan, líder do Campeonato Italiano - MIGUEL MEDINA / AFP
Ibrahimovic é o principal jogador do Milan, líder do Campeonato Italiano Imagem: MIGUEL MEDINA / AFP
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

05/11/2020 04h00

Quem lidera o Campeonato Italiano? E o Espanhol? Quais são os times que estão na zona de classificação para a Liga dos Campeões na Inglaterra? E na Holanda?

Neste início de temporada, a resposta para essas perguntas não é a mesma de sempre. Em vários países do primeiro escalão do futebol europeu, equipes pequenas (ou grandes que há muito tempo não se comportavam como tal) estão surpreendendo, ocupando a parte de cima da tabela e sonhando alto.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo as sete maiores zebras dos campeonatos nacionais da Europa em 2020/21. E aí, será que algumas delas conseguem se sustentar até maio do próximo ano?

MILAN

Depois de anos lutando de sofrimento no meio da tabela e com dificuldades até para se classificar para competições europeias, o segundo maior campeão italiano de todos os tempos está, enfim, tendo um início de temporada digno do tamanho da sua história. Impulsionado pelos gols do veteraníssimo Zlatan Ibrahimovic, de 39 anos, artilheiro da Série A, com sete gols, o Milan é o melhor time do Calcio até o momento e está invicto na competição (cinco vitórias e um empate). Será que chegou a hora de os rossoneri conquistarem o primeiro título nacional desde 2010/11? Ibra certamente acredita que sim.

REAL SOCIEDAD

David Silva (Real Sociedad) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Assim como o Milan, o surpreendente líder do Campeonato Espanhol também tem um astro de muita idade para chamar de seu. Multicampeão com o Manchester City, David Silva, de 34 anos, escolheu a Real Sociedad para retornar ao seu país-natal nesta temporada. E, com certeza, não está arrependido dessa decisão. A chegada do classudo meio-campista permitiu ao meia-atacante Mikel Oyarzabal, já da seleção espanhola, subir mais um degrau e alcançar o melhor nível de sua carreira. O camisa 10 marcou cinco gols e deu duas assistências nas primeiras oito rodadas da La Liga. Os bascos só perderam uma vez até o momento e contam com um ponto de vantagem para o Real Madrid, que ocupa a segunda colocação, mas tem uma partida a menos.

EVERTON

James Rodríguez - REUTERS/Jan Kruger  - REUTERS/Jan Kruger
Imagem: REUTERS/Jan Kruger

Venceu os primeiros quatro jogos da temporada e só deixou a liderança do Campeonato Inglês no último fim de semana, quando foi derrotado pelo Newcastle. Liderado fora de campo por um técnico que já ganhou três edições da Liga dos Campeões (o italiano Carlo Ancelotti), tem uma espinha dorsal cheia de talentos individuais, como o colombiano James Rodríguez, os brasileiros Richarlison e Allan, o francês Lucas Digne e o artilheiro Dominic Calvert-Lewin. Agora na quarta colocação da Premier League, o Everton sonha em pelo menos retornar à Champions, competição que disputou pela última vez na temporada 2005/06 (fases preliminares).

SOUTHAMPTON

Southampton - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Tem a mesma pontuação do Everton (13 pontos conquistados em sete rodadas), mas com orçamento bem menor e elenco muito menos estrelado. Dirigido pelo austríaco Ralph Hasenhüttl, mais um técnico da escolinha Red Bull de futebol, já derrotou o próprio Everton e empatou com o Chelsea neste início de temporada. O surpreendente sucesso do Southampton está ligado à boa fase vivida por seus dois principais jogadores. O atacante Danny Ings (ex-Liverpool) já meteu cinco bolas nas redes, enquanto o meia James Ward-Prowse contribuiu com três gols e uma assistência. Não à toa, ambos têm aparecido nas convocações mais recentes da seleção inglesa.

SASSUOLO

Sassuolo - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O Milan não é a única zebra deste começo de temporada na Itália. Com quatro vitórias e dois empates nas seis primeiras rodadas, o Sassuolo ocupa a vice-liderança da Serie A e também possui o melhor ataque da competição. O time, que jamais passou perto de ser campeão nacional e só estreou na primeira divisão em 2013, marcou 18 gols até o momento e meteu goleadas por 4 a 1 sobre Crotone e Spezia. A referência técnica da equipe comandada por Roberto de Zerbi é o atacante Domenico Berardi, que já defendeu sete vezes a seleção italiana. Mas quem mais tem decidido jogos é o veterano centroavante Francesco Caputo, autor de cinco gols e três assistências no Calcio.

CÁDIZ

Cádiz - PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP - PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP
Imagem: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP

Vitória sobre o Real Madrid, empate com o Villarreal, 14 pontos conquistados em oito rodadas e uma briga para permanecer na zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões. Vice-campeão da segunda divisão espanhola na temporada passada, o Cádiz já fez muito mais do que se espera de um time que acabou de retornar para a elite. O elenco do time andaluz é bem modesto e cheio de nomes poucos conhecidos. A maior exceção é o atacante Álvaro Negredo, que nos seus melhores dias atuou por Real Madrid, Sevilla e Manchester City, além de ter feito parte da seleção espanhola campeã da Euro-2012.

VITESSE

Vitesse - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

A Holanda é aquele país que só tem três times competitivos: Ajax, PSV e Feyenoord. O início da temporada está indo contra essa famosa máxima. Afinal, o Vitesse está se metendo entre os grandes e divide a liderança com a equipe de Amsterdã (ambos têm 18 pontos conquistados depois de sete rodadas). Curiosamente, o Vitesse chegou ao topo da Eredivisie depois de parar de se comportar como um "time satélite" do Chelsea, usado pelo clube inglês para maturar seus jovens. No elenco atual, só um jogador ainda pertence à equipe londrina, o atacante albanês Armando Broja, de 19 anos. Só que ele é o artilheiro e principal jogador do time na temporada, com quatro gols.