PUBLICIDADE
Topo

Histórico

7 brasileiros conhecidos que estão em campeonatos de 2ª divisão no exterior

Luan, ex-Atlético-MG, é uma das atrações da segunda divisão japonesa - Divulgação
Luan, ex-Atlético-MG, é uma das atrações da segunda divisão japonesa Imagem: Divulgação
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

20/09/2020 04h00

Atuar no exterior é um sonho para praticamente todo jogador brasileiro de futebol. O pacote completo inclui defender uma das grandes equipes do planeta, dividir o gramado com estrelas do porte de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo e disputar competições como a Liga dos Campeões da Europa. Mas essa é a realidade de apenas uma pequena parcela dos representantes do futebol pentacampeão mundial que se aventuram fora das nossas fronteiras.

Mesmo alguns jogadores famosos para o grande público acabam indo parar em países bem menos relevantes no cenário internacional ou em divisões inferiores dos campeonatos nacionais mais consagrados. O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo sete brasileiros conhecidos que vivem a segunda situação e que, na atual temporada, estão ralando em "Séries B" no exterior.

LUAN
Meia-atacante
30 anos
V-Varen Nagasaki (JAP)

Campeão da Libertadores-2013 e da Copa do Brasil-2014, o meia-atacante foi durante anos o motorzinho do Atlético-MG e um dos nomes de maior identificação com a torcida. Não à toa, Luan vestiu o uniforme alvinegro durante sete temporadas. A passagem por Belo Horizonte, no entanto, terminou em dezembro. Luan resolveu aceitar o convite do V-Varen Nagasaki para se aventurar na segunda divisão japonesa. Mesmo usando a camisa 10 e atuando em um time pouco expressivo, o brasileiro não tem se destacado muito. Reserva na maioria das partidas, só marcou dois gols até o momento na J-League 2.

JOÃO PEDRO
Atacante
18 anos
Watford (ING)

João Pedro - Andrew Couldridge/Reuters - Andrew Couldridge/Reuters
Imagem: Andrew Couldridge/Reuters

Negociado pelo Fluminense com o Watford quanto tinha acabado de completar 17 anos e ainda nem havia estreado pelos profissionais, João Pedro ainda conseguiu ser uma das revelações da última edição do Campeonato Brasileiro antes de alcançar a maioridade e poder concretizar a mudança para a Inglaterra. O atacante foi para o novo clube em janeiro, mas só foi utilizado durante 22 minutos em partidas da Premier League. Com o rebaixamento do Watford, tudo mudou. O brasileiro foi mantido no elenco, assumiu a titularidade e virou uma das esperanças da equipe para retornar à primeira divisão.

RAFAEL CABRAL
Goleiro
30 anos
Reading (ING)

Rafael - Jordan Mansfield/Getty Images - Jordan Mansfield/Getty Images
Imagem: Jordan Mansfield/Getty Images

Campeão da Libertadores-2011 pelo Santos, foi apontado durante muito tempo como o futuro goleiro titular da seleção brasileira. Mas Rafael prejudicou bastante o andamento de sua carreira e os planos de assumir a meta canarinho ao permanecer durante cinco temporadas como reserva do Napoli (em alguns momentos, chegou a ser até a terceira opção para o setor). Desde 2019, o arqueiro tenta reconstruir sua fama no Reading, da segundona inglesa. Na temporada de estreia, foi um dos destaques da competição e despertou interesse de times da Premier League. Mas, pelo menos por enquanto, Rafael continua alinhando semanalmente na Championship.

CARLOS AUGUSTO
Lateral esquerdo
21 anos
Monza (ITA)

Carlos Augusto (Monza) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Cria das categorias de base do Corinthians, viveu o melhor momento da sua ainda curta carreira logo após a retomada pós-quarentena do futebol brasileiro. Foi nesse momento que tomou conta da lateral esquerda do time de coração e foi titular na final do Campeonato Paulista. Mas, logo após o encerramento da competição, foi negociado com o Monza, clube que o ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berluconi, dono do Milan durante três décadas, assumiu e vem tentando levar ao primeiro escalão do Calcio. Por enquanto, o lugar da equipe (e também de Carlos Augusto) na Série B do país tetracampeão mundial.

KLÉBER
Atacante
30 anos
JEF United Chiba (JAP)

Kleber (JEF United) - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O atacante, que teve uma passagem para lá de discreta pelo Palmeiras, chegou a disputar dois amistosos pela seleção brasileira em 2011, quando defendia o Porto. Revelado no Atlético-MG, Kléber fez praticamente toda a carreira no exterior e viveu seus melhores momentos justamente no período em que atuou em Portugal. O centroavante está em sua segunda temporada consecutiva na segunda divisão japonesa. Em 2019, marcou 17 gols e ajudou o JEF United a escapar do rebaixamento. Neste ano, só meteu três bolas nas redes nas primeiras 12 rodadas da competição.

NEGUEBA
Meia-atacante
28 anos
Gyeongnam (CDS)

Negueba (Gyeongnam) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Formado no Flamengo, teve um início de carreira bem promissor e rodou por vários clubes importantes do futebol brasileiro, como São Paulo, Grêmio e Coritiba, mas não conseguiu se estabelecer em lugar nenhum. Em 2018, decidiu atravessar o mundo para jogar no Gyeongnam, da Coreia do Sul. Depois de um ano e meio no clube, teve o contrato rescindido, mas foi recontratado em janeiro. Apesar de atuar em uma equipe da segunda divisão, Negueba não tem brilhado. Ele não começa jogando uma partida desde julho e marcou apenas dois gols nesta temporada.

MARLONE
Meia-atacante
28 anos
Suwon FC (CDS)

Marlone (Suwon FC) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Assim como Negueba, foi parar na segundona da Coreia do Sul mesmo tendo um histórico com passagem por clubes importantes no Brasil (Vasco, Cruzeiro, Sport, Atlético-MG, Goiás e, mais recentemente, Corinthians). Foi após deixar a equipe alvinegra, no começo deste ano, que Marlone se transferiu para o Suwon FC. Ao contrário do compatriota, no entanto, o camisa 10 tem lugar cativo entre os titulares de sua equipe e está bem posicionado na briga pelo acesso à elite -o Suwon é o vice-líder da K-League 2, atrás apenas do Jeju United.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado anteriormente, Rafael venceu a Libertadores de 2011 pelo Santos, não 2010.