PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Messi está prestes a quebrar recorde de gols de Pelé: verdade ou lenda?

Messi comemora gol contra o Granada, um dos 24 que já marcou nesta temporada - Albert Gea/Reuters
Messi comemora gol contra o Granada, um dos 24 que já marcou nesta temporada Imagem: Albert Gea/Reuters
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

19/03/2020 04h20

Para muita gente, Lionel Messi já merece ser considerado o maior jogador de futebol de todos os tempos. E, agora, o craque argentino está a um passo de superar o recorde de gols de Pelé.

É bem possível que, ao longo dos últimos meses, você tenha visto essa história no feed de notícias de alguma de suas redes sociais ou recebido a informação de algum colega por meio do Whatsapp.

Mas será que o camisa 10 do Barcelona está realmente prestes a alcançar esse feito histórico? Ou tudo isso não passa de mais uma das inúmeras lendas urbanas que fazem tanto sucesso no mundo do futebol, como seu próprio autismo e a transexualidade de Marco Verratti, meia italiano do Paris Saint-Germain?

<>Desde que estreou como profissional, em um amistoso contra o Porto, no dia 16 de novembro de 2003, Messi já marcou 627 gols pelo Barcelona e mais 70 com a camisa da seleção principal da Argentina.

Isso significa que o astro de 32 anos já meteu 697 bolas dentro das redes adversárias. O número não faz nem cócegas à marca consagrada pelo Rei do Futebol: 1.282 gols anotados entre 1956 e 1977.

Só que não dá para negar que a conta de Pelé é um tanto quanto exagerada. Leva em consideração apresentações pela seleção do Exército, uma infinidade de amistosos contra combinados de diferentes cidades e muitos jogos que só valiam mesmo por sua presença em campo.

Mas, mesmo quando descontados os gols anotados em amistosos, a força artilheira de Pelé ainda está um pouco distante de ser alcançada. Afinal, o ex-camisa 10 do Santos, da seleção brasileira e do New York Cosmos marcou 767 vezes em jogos oficiais.

Então, está provado que história de que Messi está prestes a quebrar a marca histórica de gols de Pelé é 100% fictícia, certo? Também não é bem assim.

O craque argentino realmente está muito próximo de destronar um recorde de gols do Rei: o de anotados em partidas oficiais por um único clube. Excluindo os amistosos e contando apenas as partidas válidas por alguma competição regulamentada, Pelé marcou 643 vezes pelo Santos.

Ou seja, faltam apenas 16 tentos para Messi alcançar o número mágico de Pelé.

Aos 32 anos, o atacante argentino não deve ter dificuldade para atingir a marca e virar o novo recordista. Afinal, só na atual temporada, ele disputou 31 partidas pelo Barça e já foi às redes em 24 oportunidades.

Se mantida essa média de 0,77 gol por jogo (que é bem baixa para o padrão Messi de qualidade), o camisa 10 só precisaria de mais 21 apresentações para se tornar o recordista de gols em compromissos oficiais por um único clube.

O argentino tem contrato com o Barcelona até junho do próximo ano e já afirmou inúmeras vezes que pretende se aposentar por lá mesmo - em outras oportunidades, declarou que ainda gostaria de voltar à América do Sul para defender o Newell's Old Boys, seu time de infância.

O Barça lidera o Campeonato Espanhol, que está paralisado em virtude da pandemia do novo coronavírus (covid-19), com 58 pontos, dois a mais que o Real Madrid. Na Liga dos Campeões da Europa, que também está suspensa por tempo indeterminado, o clube catalão tem o Napoli como adversário das oitavas de final.