Tales Torraga

Tales Torraga

ReportagemEsporte

'Muchachas': torcida argentina em Auckland repete loucura do tri no Qatar

Qatar, 2022, Lionel Messi?

Não. Auckland, Nova Zelândia, 2023, onde a Argentina fez sua estreia na Copa do Mundo Feminina na madrugada (de Brasília) desta segunda-feira (24), perdendo por 1 a 0 para a Itália.

O jogo foi brigado. O gol decisivo saiu apenas aos 42 minutos do segundo tempo.

A derrota foi um duro castigo para a torcida argentina, um "ferro forte", como gozam os portenhos.

Como no ano passado, quando a azul e branca tinha chances de título e viveu sua epopeia no Qatar, a Argentina contou com ótimo público no Eden Park.

Com capacidade de 48.276 lugares, o estádio neozelandês teve 30.889 pessoas para o Argentina x Itália, e ampla torcida para as "muchachas", como são chamadas as "garotas" argentinas desta seleção.

O jornal portenho "Olé" estimou que 70% do público era argentino, empurrando a seleção (claro!) pelos 90 minutos de jogo.
Apesar do frio, 12 graus, além de ser a noite de uma segunda-feira.

Torcida argentina empurrou seleção como sempre
Torcida argentina empurrou seleção como sempre Imagem: AFA Twitter

'Muchachas'

A pegajosa música que empurrou a Argentina no ano passado no Qatar ganhou uma versão para as mulheres, às lágrimas antes da partida.

Continua após a publicidade

"Sei como a Argentina vive esta Copa, e para a gente isso é muito valioso. A torcida sabe que vamos nos matar em campo", falou a zagueira Aldana Cometti, depois da derrota.

Grande parte desta emoção foi vista no hino nacional argentino, outro clássico das Copas com a típica comunhão entre torcida e atletas.

Hino argentino teve a comoção de sempre
Hino argentino teve a comoção de sempre Imagem: Reprodução TV

Mundial mental

O técnico Germán Portanova destacou como foi difícil trabalhar as emoções na estreia.

"É muita coisa envolvida, é o percurso de uma vida, então temos que considerar isso e valorizar ainda mais a boa partida que fizemos", falou depois do jogo, à TV Pública.

Continua após a publicidade

A Argentina está em sua quarta Copa do Mundo e jamais venceu uma partida.

O jogo que vem a seguir terá ares de decisão antes da hora, assim como aconteceu com a azul e branca no Qatar depois de perder na estreia para a Arábia Saudita.

O próximo compromisso das "muchachas" argentinas será na quinta-feira (27), às 21h (de Brasília), contra a África do Sul, que perdeu por 2 a 1 para a Suécia na abertura do Grupo G, mas chegou a estar vencendo por 1 a 0.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes