PUBLICIDADE
Topo

Timo Werner é um importante salto de qualidade para o Chelsea

Timo Werner, pelo RB Leipzig, durante partida do Campeonato Alemão contra o Fortuna Duesseldorf em 17/6/2020 - Alexander Hassenstein/Getty Images
Timo Werner, pelo RB Leipzig, durante partida do Campeonato Alemão contra o Fortuna Duesseldorf em 17/6/2020 Imagem: Alexander Hassenstein/Getty Images
Rafael Oliveira

Comentarista de futebol com passagens por Esporte Interativo e ESPN. Atualmente no Dazn. Sempre interessado em informações e análises do jogo em qualquer parte do planeta.

18/06/2020 09h38

Era um anúncio esperado. A questão era apenas o "quando". Timo Werner é o novo atacante do Chelsea. Um reforço importante para um clube disposto a investir para 2020/21.

Werner é o principal atacante da nova geração da Alemanha. Já é peça importante na seleção de Joachim Low e faz sua melhor temporada com a camisa do RB Leipzig.

Em anos anteriores, era um atacante moldado para os contra-ataques. Pela velocidade, encaixava perfeitamente no estilo agressivo e vertical do clube, sempre arrancando nas costas da defesa.

Com a chegada de Julian Nagelsmann, a temporada 2019/20 foi de considerável transformação e evolução no repertório. Além de jogar como 9 ou ponta, melhorou na participação por dentro, mais ativo para dar opção de passe na construção dos lances.

Tal desenvolvimento é chave para Frank Lampard, que, mesmo em início de carreira, mostra ser um treinador versátil. Com Timo Werner, ganha um finalizador melhor que os do atual elenco e capaz de complementar o sistema ofensivo em diferentes funções.

Dupla de ataque, camisa nove, ponta esquerda que entra em velocidade... São possibilidades viáveis. O valor pago também é uma oportunidade, já que a cláusula de 60 milhões de euros permitiu uma transferência abaixo do valor de mercado que teria.

O único ponto questionável foi a opção do jogador por abrir mão da reta final da Champions, já que a Bundesliga se encerra no fim de junho e o atacante já quer se apresentar em julho, antes da retomada do torneio europeu.

O RB Leipzig está vivo na Liga dos Campeões e a temporada foi de consolidação de Timo Werner no nível internacional. Faltando três jogos para um eventual título, a decisão de abandonar o barco é no mínimo discutível. De qualquer forma, o Chelsea terá um bom atacante.