PUBLICIDADE
Topo

Rafael Oliveira

Man Utd teve jogo e 1º lugar nas mãos. PSG não convence, mas respira

Neymar comemora gol do PSG contra o Manchester United, pela Liga dos Campeões - Getty Images
Neymar comemora gol do PSG contra o Manchester United, pela Liga dos Campeões Imagem: Getty Images
Rafael Oliveira

Comentarista de futebol com passagens por Esporte Interativo e ESPN. Atualmente no Dazn. Sempre interessado em informações e análises do jogo em qualquer parte do planeta.

Colunista do Uol

02/12/2020 19h53

O grupo H da Liga dos Campeões proporcionou uma grande tarde de quarta-feira. Dois jogos dramáticos e que movimentam as diversas combinações e possibilidades de desempates na última rodada.

O RB Leipzig tomou um susto, mas venceu o Basaksehir. Tem os mesmos nove pontos de Man Utd e PSG. Só que o duelo de Old Trafford também teve reviravoltas.

O PSG até começou bem, mas foi dominado na maior parte do jogo. A reação do United curiosamente começou após Fred escapar do cartão vermelho na revisão do VAR. O time cresceu e passou a ser bem mais perigoso, especialmente com Rashford como ameaça nas transições e lançamentos.

Embora o empate tenha contado com a ajuda da sorte no desvio, não faltaram oportunidades para virar e definir a partida. O PSG parecia sem resposta e reforçava a sensação de um time muito aquém do que pode e deve mostrar.

Tirando a enorme capacidade individual de Mbappé e Neymar, falta futebol ao PSG na atual temporada. Na Ligue 1 e também na Champions. Mas a vitória foi de peso. Com gol de Marquinhos e com protagonismo de Neymar na bela jogada que completou o 3x1.

Um terceiro gol importante nas projeções da última rodada, já que garante vantagem no confronto direto com o Man Utd.

O PSG segue devendo, mas se aproxima da classificação em um complicado grupo. Agora só precisa de um empate em casa contra o Istambul Basaksehir na última rodada.

As atenções ficam concentradas em RB Leipzig x Manchester United, na Alemanha. O United também joga pelo empate, mas deixou escapar a possibilidade de terminar o dia não só classificado, mas também com o primeiro lugar encaminhado.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.