Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Palmeiras pode ser campeão domingo conduzido por Endrick e pelo Allianz

O Brasileirão que seria vencido pelo Botafogo por antecipação...

Que ainda tem chance de ser decidido no saldo de gols.

Agora pode ser definido com uma rodada de antecedência com o Palmeiras campeão contra o Fluminense.

Depende de série de resultados e é mais provável a definição no último dia, a quarta-feira, dia 6.

O Palmeiras precisa vencer o Flu, o Atlético não ganhar do São Paulo, o Flamengo não vencer o Cuiabá, o Botafogo no máximo empatar com o Cruzeiro...

A vitória sobre o América dá chance matemática do título antecipado e teve dois destaques.

Endrick começou na ponta direita, no 4-2-3-1 montado por Abel Ferreira, de sua casa, por suspensão. Vítor Castanheira viu Endrick na direita, Raphael Veiga centralizado, Breno Lopes na esquerda e Rony como centroavante.

Só até ser atingido pelo goleiro Jori. Wilton Pereira Sampaio só não deu cartão vermelho, porque Rony estava impedido, mas a jogada causou lesão grave e Rony teve de ser substituído por Artur.

Antes disso, Endrick já tinha anotado 1 x 0. Depois, seguiu dando o tom. Driblou, desarmou, construiu jogadas de perigo, chamou o jogo em seu pé no drible que resultou em falta que, cobrada por Raphael Veiga, tornou-se o gol contra de Éder.

Continua após a publicidade

O outro destaque foi o Allianz Parque. Tão desejado por Abel Ferreira, o Allianz fez festa ao assistir à vitória do Atlético sobre o Flamengo, encheu o espaço disponível com 29.717 espectadores. Não houve mais gente apenas por causa do palco desarmado do show de Taylor Swift e pronto para ser remontado para os Amigos, no sábado.

Depois do espetáculo de Endrick no primeiro tempo, seu substituto fez o terceiro e quarto gols López. Aos 42 e 45 minutos da segunda etapa, os gols foram a senha para a festa, que pode ser completa no domingo. Até ampliou a vantagem no saldo de gols para 30, sete a mais do que o Botafogo, oito superior ao Atlético e 16 sobre o Flamengo.

Sóbria e sábia, a torcida não grita campeão antes da hora. Sabe que, matematicamente, o Palmeiras pode ser campeão domingo. Mas precisa mesmo de duas vitórias, sobre Fluminense e Cruzeiro, para festejar o bi.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes