Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

O Corinthians está salvo. Vasco sofrerá até o fim

O plano do Corinthians na viagem a São Januário era simples: não podia perder.

Pode-se julgar pouco, mas era necessário estancar a crise dos 5x1 sofridos para o Bahia.

O diagnóstico era de que os jogadores voltaram ao modo morno. Julgaram estar livres o rebaixamento e correram o risco do vexame absoluto.

Melhor do que não ser derrotado, o Corinthians conseguiu uma vitória duríssima. O Vasco teve mais finalizações, ainda que sem criatividade.

Mano Menezes contou com os passes sempre precisos de Renato Augusto — para o terceiro gol, por exemplo — as finalizações de Romero, que merece e retribui a confiança do treinador, e o chute de meia distância de Moscardo.

O Vasco tem compactação, disciplina tática, mas pouca inspiração.

Não se pode cobrar qualidade de equipes tensas a esta altura da temporada. Então, o Vasco não terá também talento contra Grêmio e Bragantino. Precisará ter vitórias.

O gol de Moscardo, de fora da área, garante o Corinthians na Série A, porque o Vasco teria de somar seis pontos para alcançar os 48 e superar os 47 corintianos. Giovane ainda marcou o quarto gol, nos acréscimos.

O Vasco tem uma coisa com o rival do Parque São Jorge. Já são treze anos sem vencer. Pior do que isso, só o ímã que parece puxá-lo para a Segunda Divisão. O São Paulo pode ajudar nesta quarta-feira.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes