PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Medo da covid no Brasil faz Canadá desistir da Olimpíada na ginástica

Ellie Black, ginasta canadense - Gymnastics Canada/divulgação
Ellie Black, ginasta canadense Imagem: Gymnastics Canada/divulgação
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

10/05/2021 11h23

A vontade de disputar os Jogos Olímpicos não vale o risco de viajar ao Rio enquanto o Brasil tem a pandemia fora de controle, ao menos para os ginastas canadenses. Em comunicado, a Gymnastics Canada anunciou que tomou a dura decisão de não enviar nenhum atleta para o Campeonato Pan-Americano previsto para acontecer no Rio de Janeiro, em junho, e que serve como Pré-Olímpico continental das Américas. Também não irá a outros dois torneios de juvenis.

"A Gymnastics Canada tem um protocolo de avaliação de risco muito detalhado, que é seguido em todos os eventos internacionais e, para essas competições, considerou-se que o risco para a saúde e segurança de todo o pessoal que viaja era muito alto neste momento", explicou o CEO da entidade, Ian Moss.

Além do Pré-Olímpico no Rio, entre 4 e 13 de junho, classificatório nas três disciplinas olímpicas da ginástica, os canadenses também não irão ao Pan Júnior da artística, no México, e de rítmica, na Guatemala, em datas ainda não foram definidas. Desses, o torneio mais importante é, naturalmente, o Pré-Olímpico, por ser a última chance para levar atletas para os Jogos Olímpicos.

O Canadá já está classificado com equipe feminina na ginástica artística e tem uma vaga no masculino, e poderia brigar por mais um atleta individual em cada naipe, além de vagas na rítmica, tanto no individual quanto no conjunto. Além disso, há disputa de uma vaga masculina e outra feminina no trampolim, mas nesse caso o Canadá ainda sonha com a classificação pela Copa do Mundo, que terá etapa na Itália.

"Sabemos o impacto que essas decisões têm sobre nossos atletas, especialmente aqueles que se dedicaram tantos anos à sua ambição de competir nos Jogos Olímpicos. Faremos tudo o que pudermos não apenas para apoiar todos os atletas e treinadores impactados por esta decisão durante este período difícil, mas também para fornecer esperança e oportunidade de avançar em direção aos seus objetivos internacionais no futuro", afirmou Moss.

A entidade ainda mandou um recado para a a União Pan-Americana de Ginástica (PAGU) e a Federação Internacional de Ginástica (FIG), cobrando que ambas tomem decisões que "coloquem a saúde, segurança e bem-estar de todos participantes como a maior prioridade".

O Pré-Olímpico da Ginástica deveria ser realizado em Birmingham (Estados Unidos), mas os americanos abriram mão no começo do ano. O Brasil se ofereceu e foi contemplado, escolhendo realizar a competição no Parque Olímpico da Barra. Esse torneio será apenas o segundo evento internacional do movimento olímpico no Brasil desde o início da pandemia.

Em março, também no Rio, o Pré-Olímpico de remo teve que ser realizado às pressas, em menos dias do que o previsto, antes que a prefeitura o proibisse. O Sul-Americano da mesma modalidade foi esvaziado. Outros eventos como os Pré-Olímpicos de canoagem slalom (Rio) e de canoagem velocidade (Curitiba) foram cancelados.