PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Técnico da seleção de vôlei, Renan é intubado; Radamés é extubado

Renan Dal Zotto, técnico da seleção brasileira masculina de vôlei - MARCO BERTORELLO / AFP
Renan Dal Zotto, técnico da seleção brasileira masculina de vôlei Imagem: MARCO BERTORELLO / AFP
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

19/04/2021 14h19

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) informou que o técnico Renan Dal Zotto, da seleção masculina de vôlei, precisou ser intubado uma semana depois de testar positivo para covid. O vice-presidente da confederação, Radamés Lattari, ex-treinador dessa mesma seleção, pelo contrário, foi extubado.

"(Radamés) se encontra já sentado fora do leito, com oxigênio suplementar e em tratamento de pneumonia e trombose venosa. Já o técnico da seleção brasileira masculina, Renan, também acometido pelo vírus, foi entubado também nesta segunda para manter o nível de saturação de oxigênio mais alta. A expectativa é que o treinador permaneça neste estado de 48h a 72h para depois iniciar a retirada do respirador mecânico", diz a nota da CBV.

No último boletim médico, de sexta, a CBV havia dito que Radamés já estava clinicamente melhor, menos sedado, ventilando de forma espontânea e com menos pressões no respirador. A confederação não havia informado que ele havia precisado ser intubado.

Os dois estavam na bolha do vôlei, no Centro de Desenvolvimento do Vôlei (CDV) em Saquarema, antes de se contaminarem. Radamés passou o fim de semana retrasado lá e, na segunda-feira dia 5, entregou o troféu da Superliga Feminina ao Minas. Já Renan estava no CT comandando a primeira semana de treinos da seleção masculina.

Siga o Olhar Olímpico no Twitter e no Instagram e receba atualizações diárias no canal do Telegram.