PUBLICIDADE
Topo

Mari Paraíba volta ao Brasil depois de temporada na Itália

Mari Paraíba troca o Monza pelo Praia - Divulgação/Liga Italiana
Mari Paraíba troca o Monza pelo Praia Imagem: Divulgação/Liga Italiana
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

24/08/2020 11h50

A ponteira Mari Paraíba está de volta ao Brasil. Depois de jogar uma temporada pelo Monza, da primeira divisão da Itália, a jogadora foi anunciada no sábado como reforço do Praia Clube, de Uberlândia, um dos candidatos ao título da próxima edição da Superliga.

Campeã do Grand Prix em 2016 com a seleção brasileira de vôlei, aos 34 anos Mari Paraíba acumula passagens por diversas das principais equipes do país: Osasco, Pinheiros, São Caetano, Minas, Barueri e Bauru. Antes de se aventurar na Itália, ela ficou dois anos como um dos destaques do Osasco.

"Estou muito feliz de poder estar fazendo parte desse grupo tão vitorioso. Espero que seja uma temporada incrível e abençoada, que possamos trazer muitas alegrias para os torcedores de Uberlândia e mundo a fora [sic]", escreveu Mari no Instagram, ao anunciar que fechou contrato.

Além dela, o Praia também anunciou no sábado a levantadora Lyara, que estava no Pinheiros, e a renovação com as líberos Suelen e Laís. Toda a base da equipe foi mantida, com as pontas Fê Garay e Michelle Pavão, a oposta Monique Pavão, as centrais Waleska, Carol e Angélica e a levantadora Claudinha. Deixaram o clube a americana Fawcett, que aposentou, e Pri Dairot, que foi para o Minas. A expectativa agora é pela renovação da dominicana Brayelin Martinez, que agora deve ganhar a companhia da irmã Jineiry.

Com o elenco do Praia sendo fechado e a renovação de Jaqueline no Osasco, os cinco principais times da Superliga (Praia, Minas, Osasco, Sesc/Flamengo e Bauru) já movimentaram suas peças para a próxima temporada. Pinheiros e Brasília também já montaram suas equipes. Já o Barueri de José Roberto Guimarães sofreu desmanche e ainda não se remontou.