PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

Fadinha, Ítalo, Messi, Nadal e Hamilton concorrem ao 'Oscar do Esporte'

Ítalo Ferreira venceu prova de bermuda jeans após voo atrasar - Reprodução/Instagram
Ítalo Ferreira venceu prova de bermuda jeans após voo atrasar Imagem: Reprodução/Instagram
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

15/01/2020 10h00

Os brasileiros Ítalo Ferreira e Rayssa Leal, conhecida como Fadinha, estão entre os indicados para o Laureus, o Oscar do Esporte, que conhecerá seus vencedores no próximo dia 17 de fevereiro, em cerimônia de gala em Berlim (Alemanha). Os dois estão entre os seis finalistas na categoria "atleta de ação". Rafael Nadal, Lewis Hamilton e Lionel Messi estão entre os concorrentes ao prêmio de "esportista do ano" no masculino, enquanto quatro norte-americanas, entre elas Simone Biles e Megan Repinoe, são finalistas no feminino.

Ítalo, que no ano passado foi campeão tanto do Circuito Mundial de Surfe (WSL) quanto do Campeonato Mundial (ISA Games), tem como concorrente a principal nome do surfe feminino, a norte-americana Clarissa Moore. Aos 11 anos, Rayssa Leal, a Fadinha, foi medalhista de prata na etapa final da Street League Skateboarding (SLS), equivalente ao Mundial da categoria skate street. A campeã do torneio, a brasileira Pamela Rosa, não ficou entre as seis finalistas. A lista conta ainda com Chloe Kim, campeã mundial de snowboard, Nyjah Huston, campeão masculino da SLS, ambos norte-americanos, e Mark McMorris, canadense que foi ouro no snowboard nos X-Games.

A lista de indicados a atletas do ano no masculino este ano poderia ser também uma relação de melhores atletas do século. Estão entre os finalistas o tenista espanhol Rafael Nadal, o piloto britânico Lewis Hamilton, o motociclista espanhol Marc Márquez, o jogador de futebol argentino Lionel Messi, o golfista norte-americano Tiger Woods e o maratonista queniano Eliud Kipchoge, o primeiro atleta a correr uma maratona em menos de duas horas.

No feminino, as norte-americanas se sobressaem, com destaque para Megan Rapinoe, craque e artilheira da Copa do Mundo Feminina de futebol, e a ginasta Simone Biles, que ganhou cinco medalhas de ouro (de seis possíveis) no Mundial deste ano. Suas rivais são as corredoras Allyson Felix, norte-americana, e Shelly-Ann Fraser-Pryce, jamaicana, a japonesa Naomi Osaka (primeira asiática a liderar o ranking mundial do tênis) e a esquiadora norte-americana Mikaela Shiffrin.

O Brasil ainda tem mais um indicado, a Chapecoense, que concorre ao Prêmio Momento Esportivo Laureus, que lista 20 histórias do esporte nas últimas duas décadas que deixaram sua marca no mundo - o Laureus chega à sua 20ª edição. Vencedora em 2018, a Chape concorre com o amistoso contra o Barcelona que homenageou as vítimas do acidente aéreo ocorrido em novembro de 2016, com a participação de Alan Ruschel, um dos sobreviventes do acidente. Neste caso, a votação é online e aberta ao público (vote aqui)

É sentida a ausência de Petrúcio Ferreira entre os finalistas do prêmio de atleta com deficiência. Em novembro, no Mundial de Atletismo, ele bateu o recorde mundial dos 100m na sua classe e se tornou o atleta paraolímpico mais rápido da história.

Pelo prêmio de equipe do ano concorrem a seleção feminina de futebol dos EUA, o Liverpool, a equipe Mercedes de F1, a seleção de rúgbi masculino da África do Sul, a seleção masculina de basquete da Espanha, todas campeãs mundiais, e o Toronto Raptors, que venceu a NBA na temporada passada.

Por fim, o Laureus tem ainda prêmios para os melhores estreantes e para o melhor retorno. Pelo primeiro concorrem as tenistas Coco Gauf e Bianca Andreescu; o colombiano Egan Bernal, campeão da Volta da França, a seleção do Japão na Copa do Mundo de Rúgbi, o boxeador Andy Ruiz Jr e a estrela da natação dos EUA Regan Smith. Pelo melhor retorno estão indicados o biritânico Andy Murray, o Liverpool, a piloto Sophia Flörsch, a estrela australiana do rúgbi Christian Lealiifano, o jogador de basquete Kawhi Leonard e o nadador Nathan Adrian.