PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Quem é Italo Ferreira? O primeiro nordestino campeão mundial de surfe

Chris Hyde/Getty Images
Imagem: Chris Hyde/Getty Images

Gustavo Setti e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/12/2019 22h52

O Brasil tem um novo campeão mundial de surfe. Italo Ferreira alcançou o topo do Circuito Mundial (CT) da World Surf League (WSL) e fez história ao se consagrar no mar de Pipeline. Aos 25 anos, ele se tornou o primeiro nordestino a chegar ao título da modalidade, até hoje (19) restrito aos paulistas Adriano de Souza (Guarujá) e Gabriel Medina (São Sebastião), justamente o rival superado na final e na briga pelo troféu durante a etapa no Havaí.

Natural de Baía Formosa, no litoral do Rio Grande do Norte, Italo Ferreira se mantém bem preso às próprias tradições. Ao invés da prática comum de alguns representantes brasileiros, que se mudam para locais de grandes ondas fora do Brasil para treinamento, como na Califórnia, o nordestino segue morando na cidade natal; recentemente, comprou uma casa luxuosa no paraíso potiguar.

O surfista do Rio Grande do Norte nasceu em um 'pico' de surfe e chegou ao topo cumprindo praticamente todas as etapas do desenvolvimento de um campeão. Italo colecionou vitórias em campeonatos mundiais junior e se tornou o dono do título brasileiro em 2014.

No ano seguinte, chegou ao Circuito Mundial e impressionou, terminando a temporada como o melhor novato do ano. A partir de então, etapa a etapa, Italo se colocou como um dos surfistas mais regulares do circuito. Em 2019, esta linearidade elevou o status do potiguar, agora o mais novo brasileiro campeão do mundo.

"Foi um trabalho longo. Ele vem amadurecendo bastante, entendendo cada vez mais a importância do que é ser um atleta; a importância que envolve várias coisas, preparação física, estar bem psicologicamente, entender cada vez mais de prancha, do equipamento, desenvolver trabalho em relação para cada etapa do tour. A maturidade e equilíbrio é o ponto chave", contou Luiz Pinga, treinador de Italo desde os 12 anos, em conversa com o UOL Esporte ocorrida ainda no início do ano.

Italo Ferreira sustentou a vantagem na liderança e confirmou o título mundial no Havaí - WSL / Heff
Italo Ferreira sustentou a vantagem na liderança e confirmou o título mundial no Havaí
Imagem: WSL / Heff

Este equilíbrio foi fundamental para o título inédito. Em 2018, Italo caiu de rendimento na segunda metade da temporada e chegou ao Havaí sem chances de título. Agora, além do início bom com a vitória na etapa de Gold Coast, o nordestino se sustentou entre os primeiros praticamente o ano inteiro. Nem o susto em Bells Beach atrapalhou a evolução no ano - ele foi engolido por uma onda, não conseguiu vencer a força da água e precisou ser resgatado por um jet ski.

O título em Portugal na penúltima etapa do ano deixou Italo em vantagem. A maturidade e o equilíbrio apareceram com atuação sóbria no Havaí, que elevou o jovem de 25 anos ao título mundial de surfe. Foram três títulos de etapa, dois vice-campeonatos e duas quartas de final: ou seja, em sete das 11 etapas, o nordestino esteve entre os primeiros.

"Não adianta você ser o melhor, tem que saber ser o melhor hoje, no momento. Na hora que a oportunidade aparecer, tem que estar pronto para pegá-la. Quando chegar na liderança de ranking em um momento importante, tem que saber aproveitar essa oportunidade", acrescentou Pinga.

"O mais importante em um esporte individual é fazer o cara sempre estar em busca do equilíbrio. Não pode nunca parar. A evolução é constante, o nível técnico é muito alto, todo mundo é bom", relatou, antes de ver o pupilo ser o melhor dos "bons" e se consagrar campeão do mundo.

Namorada da Disney e cachorro com nome de título

Best surfer of 2019 ???? @italoferreira @surfer_magazine | @marcoscasteluber

Uma publicação compartilhada por Mari de Mariana (@mariazevedo) em

Italo Ferreira expõe a vida pessoal nas redes sociais e se apresenta como um cara apaixonado e família. Em 2019, ganhou a companhia da namorada Mari Azevedo em quase todas as etapas do circuito. Mari é atriz da Disney, cantora, compositora e torcedora assídua do namorado campeão do mundo.

Ela é a personagem Vivi na série 'Juacas', do Disney Chanel. Coincidentemente, a produção tem o surfe como tema principal e foi a responsável por colocar o casal em contato pela primeira vez. Italo gravou participação na série e não desgrudou mais da amada, que, inclusive, está no Havaí.

O casal avançou na relação durante o bom momento profissional do surfista. Depois da vitória na etapa de Peniche, em Portugal, Italo e Mari adotaram um husky siberiano e o batizaram justamente com o nome...Peniche.

O próximo pet, se Mari e Italo seguirem nesta linha, pode agora ser chamado de "campeão mundial".

BEM VINDO A FAMÍLIA " PENICHE ". ??

Uma publicação compartilhada por Italo Ferreira (@italoferreira) em

Esporte