PUBLICIDADE
Topo

Mercado da Bola

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Ajax já fala em pelo menos 40 milhões de euros para vender Antony

Antony tem contrato com o Ajax até junho de 2025 - ANP Sport/ANP Sport via Getty Images
Antony tem contrato com o Ajax até junho de 2025 Imagem: ANP Sport/ANP Sport via Getty Images
Bruno Andrade

Mora em Lisboa desde 2015. Começou a carreira no LANCE! e depois virou correspondente internacional da Goal.com. Atualmente, trabalha também no jornal A BOLA e na TVI, ambos de Portugal - esteve antes no jornal O JOGO e Canal 11.

Colunista do UOL

27/09/2021 16h49

As últimas atuações pelo Ajax e a recente convocação à seleção brasileira principal valorizaram em pelo menos 10 milhões de euros (R$ 63 milhões) o preço de Antony, que, há dois meses, era visto como uma possível venda de aproximadamente 30 milhões de euros (R$ 189 milhões). Internamente, o valor em discussão já subiu para 40 milhões de euros (R$ 251 milhões) - há, obviamente, a chance de crescer mais com o decorrer da temporada.

Com o mercado da bola voltando a reaquecer na Europa, o clube holandês passou a tratar o jovem atacante, de 21 anos, como a próxima grande transferência. Sabe que o Bayern de Munique é hoje um dos principais interessados na contratação e, mais recentemente, viu o nome do Barcelona também surgir como potencial comprador.

Autor de três assistências na goleada por 5 a 1 do time holandês em cima do Sporting, na estreia da Liga dos Campeões, no dia 15 de setembro, o ex-são-paulino tem sido alvo de constantes elogios na Holanda. Antes mesmo de ser chamado por Tite, foi descrito como "jogador de seleção" pelo treinador Erik ten Hag e ouviu do diretor de futebol Marc Overmars que "tem muito para crescer e valorizar" dentro do clube.

Antony foi comprado do São Paulo pelo Ajax no começo de 2020 por 16,7 milhões de euros, com outros 6 milhões de euros a depender de metas atingidas - assinou contrato até junho de 2025. O clube do Morumbi, vale lembrar, tem direito ainda a 20% de mais-valia de uma futura venda.