Fábio Seixas

Fábio Seixas

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Red Bull erra, mas Verstappen vence Pequeno Prêmio da Bélgica mesmo assim

A Red Bull errou. Mas nem isso impede Verstappen de vencer.

Largando da pole position mas caindo para segundo, o holandês logo se recuperou e venceu a corrida sprint em Spa-Francorchamps, o Pequeno Prêmio da Bélgica.

Embolsou mais 8 pontos no Mundial, indo a 289 e abrindo 118 para Pérez, o vice-líder. No domingo, mesmo largando em sexto, é o grande favorito à vitória.

Seu objetivo é claro: somar mais 26 pontos no fim de semana, atingindo a pontuação máxima possível pelo regulamento.

Piastri foi o segundo colocado na corrida sprint. Gasly chegou em terceiro.

Pilotos no grid de Spa-Francorchamps aguardam melhora das condições climáticas
Pilotos no grid de Spa-Francorchamps aguardam melhora das condições climáticas Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Spa teve um sábado de Spa, e a largada foi adiada em 30 minutos até que a chuva diminuísse.

A corrida começou com pista molhada, atrás do safety car e com todos os pilotos obrigatoriamente calçando pneus de chuva. Foram quatro voltas em comboio, e logo ficou claro que as condições estavam para intermediários.

Quando o pelotão foi liberado, teve corre-corre pros boxes. Metade do grid trocou pneus já na primeira volta, entre eles Piastri, Gasly, Pérez e Hamilton. Verstappen, estranhamente, ficou na pista, com um ritmo muito mais lento do que aqueles que colocaram intermediários.

Continua após a publicidade

Foi um erro de avaliação da Red Bull. Um erro raro.

A equipe respondeu e o holandês fez seu pit na segunda volta, junto com os outros nove pilotos que ainda não haviam parado.

A agilidade da McLaren foi recompensada, e Piastri assumiu a liderança. Ao fim da segunda volta, o novato tinha 1s3 de vantagem para o bicampeão.

Mas Verstappen e a Red Bull hoje formam um pacote imbatível. Não demorou para o holandês encostar, a ultrapassagem parecia inevitável... Mas o safety car voltou pra pista.

Alonso rodou na Bruxelles, o cotovelo após a Les Combes, e ficou atolado na brita, encerrando seu aniversário de 42 anos com um gosto amargo.

A relargada veio na sexta volta. E, como esperado, Verstappen não demorou a passar Piastri. Foi na Les Combes, numa bela manobra do holandês.

Continua após a publicidade

Instantes depois, Hamilton e Pérez se engalfinharam na luta pela quarta posição. Os dois se tocaram, e foi pior para o mexicano. Ele começou a perder ritmo e foi ultrapassado por quase todo mundo. Despencou para a 17ª posição.

O inglês acabaria sendo punido com cinco segundos.

As voltas finais assistiram a mais um passeio de Verstappen, que recebeu a bandeirada com 6s6 para Piastri.

Além deles e de Gasly, muito festejado pela Alpine, pontuaram Sainz, Leclerc, Norris, Hamilton e Russell.

"Eu poderia ter entrado antes, mas tudo bem. Não foi um problema. Estávamos muito mais rápido", disse o holandês, minimizando o erro da sua equipe e reforçando, mais uma vez, que está sobrando na categoria.

É, de certa forma, uma avant-prèmiere do que vem pela frente.

Continua após a publicidade

Domingo deve ser de Verstappen e da Red Bull. Mesmo com erros pelo caminho.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes