PUBLICIDADE
Topo

Willian recebe sondagens, mas aguarda Chelsea para definir futuro

Willian comemora gol do Chelsea sobre o Watford - REUTERS / Matthew Childs
Willian comemora gol do Chelsea sobre o Watford Imagem: REUTERS / Matthew Childs
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

15/07/2020 04h00

Willian ainda não definiu o seu futuro no Chelsea. O jogador renovou recentemente seu vínculo que ia até o meio do ano por conta da pandemia, mas ficará livre logo após o término da temporada. Com a liberdade de escolher o seu futuro, ele já recebeu sondagem, mas nada oficializado até agora.

O jogador gostaria de atuar na Europa por mais três anos e seu objetivo no momento é encontrar um clube que lhe ofereça isso. Até agora, a equipe comandada por Frank Lampard só apresentou uma proposta de mais dois anos e isso travou a negociação. Tudo isso ainda antes da paralisação do calendário pela Covid-19.

Neste momento, não há a possibilidade de o jogador da seleção brasileira retornar a atuar em sua casa. Sua prioridade é continuar no Velho Continente. Seu nome já foi colocado em especulações envolvendo o Tottenham e times dos Estados Unidos.

Willian é um dos destaques do Chelsea no retorno ao futebol depois da paralisação da pandemia, eleito até em listas feitas com bases em estatísticas. Na atual edição do Inglês, são nove gols, o que significa sua melhor marca no Nacional por lá. Antes, esse recorde pessoal era de oito gols feitos na temporada 2016/2017. Considerando todos os outros campeonatos, ele já tem 45 partidas, com 11 gols e 9 assistências.

Na Inglaterra, há uma preocupação em oferecer um contrato de três anos para um atleta de 31 anos, com risco de queda de rendimento técnico e físico. O histórico do atleta no Chelsea joga a favor do atleta: desde sua chegada ao clube, em agosto de 2013, os Blues disputaram 379 partidas e ele atuou em 337, o que significa quase 90% das vezes.