PUBLICIDADE
Topo

Salão de São Paulo


Fiat diz que Salão de SP precisa ser revisto e não descarta ausência

Fernando Miragaya/UOL
Imagem: Fernando Miragaya/UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 15h30

O Salão do Automóvel de São Paulo pode ganhar mais uma baixa nos próximos dias. Presidente da FCA, Antonio Filosa, reclamou do formato atual da feira e não descartou que as marcas do grupo, como Fiat e Jeep, fiquem fora da edição 2020.

"O Salão do Automóvel é um evento importante, mas o formato precisa ser revisto. Então estamos analisando", disse o executivo, que citou o CES (Consumer Eletronics Show), feira de tecnologia realizada anualmente em Las Vegas (EUA), como exemplo a ser seguido.

Ao todo 12 marcas já anunciaram que não participarão da edição 2020 do Salão de São Paulo. São elas: Lexus, Toyota, Chevrolet, Hyundai, BMW, MINI, JAC Motors, Volvo, Jaguar, Land Rover, Peugeot e Citroën.

A decisão das montadoras sobre o evento brasileiro vai ao encontro do movimento de esvaziamento dos grandes salões pelo mundo. Eventos como os de Frankfurt, Genebra e Paris já sofreram recentemente com ausências importantes.

O custo elevado para expor neste tipo de espaço, somado a novas estratégias, tem feito com que as montadoras optem por eventos próprios ou por grandes feiras de tecnologia como a CES.

Salão de São Paulo