PUBLICIDADE
Topo

Salão do Automóvel: evento já tem recusa de 5 marcas; veja quais são

Vista aérea a bordo de um helicóptero na chegada ao autódromo de Interlagos, em São Paulo - Divulgação
Vista aérea a bordo de um helicóptero na chegada ao autódromo de Interlagos, em São Paulo Imagem: Divulgação

José Antonio Leme

do UOL, em São Paulo (SP)

31/03/2022 12h28Atualizada em 03/04/2022 22h47

O Salão do Automóvel de São Paulo, o mais importante da América Latina, morreu. O modelo foi substituído por um novo evento, o São Paulo Motor Experience, que vai ocorrer entre 6 e 14 de agosto, no Autódromo de Interlagos, na zona sul da capital.

Apesar disso, nem todas as marcas estão animadas para entrar no novo evento. Chevrolet, JAC Motors, grupo Toyota (Toyota e Lexus), Mercedes-Benz e as marcas lideradas pela HPE, Mitsubishi e Suzuki, já confirmaram que não estarão no evento.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Um posicionamento mais elaborado sobre o motivo para não estar no evento foi dado apenas por Mercedes-Benz e o grupo Toyota. A marca alemã disse que "Devido ao nosso posicionamento global, não participaremos no São Paulo Motor Experience a ser realizado em agosto de 2022."

Por parte do grupo Toyota, o comunicado diz "A Toyota e a Lexus estão avaliando diversos cenários de exposição de suas marcas, produtos e serviços no mercado neste ano. No entanto, até este momento, a decisão é pela não-participação na edição do Salão do Automóvel 2022."

Por enquanto, confirmadas no evento estão apenas o grupo BMW (BMW e Mini), Renault e a chinesa BYD. Além disso, outras marcas, como Audi, Hyundai, Kia, Nissan, Stellantis e Volkswagen e Volvo disseram que ainda estão estudando a participação no evento.

A Honda respondeu a reportagem com uma nota dizendo que "Nesse momento, a Honda Automóveis não irá comentar sobre o São Paulo Motor Experience".

Apesar da baixa aceitação por parte das marcas, em entrevista ao UOL Carros, o diretor da RX, empresa responsável pelo evento, Luiz Bellini, diz que dos 23 boxes disponibilizados para a exposição, 17 deles já estão fechados e que algumas marcas já acertaram outros acordos para diferentes tipos de ações durante o evento.

Vale lembrar que o evento terá espaço para marcas de produtos automotivos que não são carros, como UTVs, por exemplo, que no Brasil são comercializados por Polaris e Can-Am, e que podem ser marcas que estarão ocupando espaço nos estandes.

O evento

O São Paulo Motor Experience terá ingressos com valores entre R$ 40 e R$ 7 mil, que darão acesso a diferentes níveis de experiência, o que altera inclusive a possibilidade de fazer um test-drive ou apenas ver os veículos expostos, entre outros.

Nesse ano, as marcas que participarem poderão também fechar negócio, ou seja, vender veículos por lá, coisa que não era possível no antigo formato do Salão do Automóvel e, que por anos, foi uma queixa das empresas em tempos de mercado pujante.

O evento terá ainda uma série de shows automotivos, como exibições de drift, acrobacias envolvendo carros, desfile de antigos, entre outros, além dos test-drives e veículos expostos.

Ações para a família como área kids, voo de balão cativo e roda gigante são alguns dos atrativos extras que a RX pretende oferecer durante o evento para atrair as pessoas.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros