Topo

Salão de Tóquio


Estacionamentos de Tóquio abusam de invenções para poupar espaço; veja

Estacionamento no Japão - Vitor Matsubara/UOL
Estacionamento no Japão Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em Tóquio (Japão)*

28/10/2019 04h00

Ruas apertadas lotadas de gente fazem parte da paisagem de Tóquio. A falta de espaço na metrópole que tem mais de 37 milhões de habitantes em uma área de 2.118 km² faz com que os estacionamentos precisem quebrar a cabeça para acomodar os carros.

Algumas soluções nem são novas, como os edifícios garagem que também existem em várias cidades brasileiras. A diferença é que estes estacionamentos usam elevadores ligados a plataformas giratórias para organizar os carros em espaços tão pequenos.

Se você assistiu "Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio" sabe como é. O motorista dirige até uma plataforma e recolhe os espelhos retrovisores antes de deixar o carro.

Então um elevador leva o veículo até outro andar e o traz de volta antes de você ir embora. O motorista sai da plataforma de marcha ré e para em cima de uma plataforma giratória, que gira o veículo em 180 graus para facilitar a saída do carro.

Há também estabelecimentos com estruturas metálicas nas quais os veículos ficam "empilhados". Estes são mais frequentes longe do centro, especialmente em bairros menores com ruas ainda mais apertadas.

Vitor Matsubara/UOL
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Pague por hora

O tipo mais comum de estacionamento pelas ruas de Tóquio usa um sistema de cobrança parecido com o dos parquímetros. Tudo que o motorista precisa fazer é encontrar uma vaga disponível e parar em frente ao espaço.

Aí basta descer do veículo, selecionar a vaga pelo número indicado no chão. O veículo fica retido no local por meio de uma trava no chão até a realização do pagamento.

Como você deve imaginar, estacionar seu carro em Tóquio não custa barato. Os valores variam de acordo com a região, mas um pernoite não sai por menos de 2 mil ienes (cerca de R$ 73). Se o veículo permanecer por 12 horas durante o dia, a conta sobe ainda mais e salta para 3.500 ienes (aproximadamente R$ 128).

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

* Viagem a convite da Anfavea

Salão de Tóquio